ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 29º

Economia

Preço da gasolina mais cara em Campo Grande bate o recorde do ano

Pesquisa da ANP encontrou produto vendido por R$ 4,81 em um posto no Jardim Panorama

Ricardo Campos Jr. | 21/07/2018 17:16
Posto de gasolina com preço dentro da média neste sábado em Campo Grande (Foto: Fernando Antunes)
Posto de gasolina com preço dentro da média neste sábado em Campo Grande (Foto: Fernando Antunes)

O valor da gasolina mais cara vendida em Campo Grande bateu o recorde do ano nesta semana. Pesquisadores da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível) encontraram o produto vendido por R$ 4,81 em um posto no Jardim Panorama, o maior registrado até o momento conforme a série histórica.

Esse levantamento é feito por amostragem. Representantes do órgão percorreram 86 revendedoras em Mato Grosso do Sul entre o domingo (15) e este sábado (21), das quais 42 estavam na Capital.

O preço máximo do combustível na cidade teve alta de 7,09% em relação aos resultados anteriores, quando não passava dos R$ 4,49. Apesar disso, a média calculada no município despencou alguns centavos e fechou a semana calculada em R$ 4,13.

Entre os fatores que ajudaram a contê-la está a retração no valor do combustível mais barato, que foi achado por R$ 3,99 em um posto da Taurus no Centro.

Na prática, alguns postos chegaram a fazer promoções com preços ainda mais baixos para incentivar o uso de um aplicativo que devolve ao consumidor parte do valor gasto, mas a ANP só considera os valores cobrados à vista.

Consequentemente, os preço máximo registrado na Capital foi o maior também em todo o estado, mas teve queda de 2% em relação à pesquisa passada, quando o combustível foi achado por R$ 4,89 no interior. Esse foi o recorde estadual no preço do combustível. 

A gasolina mais em conta de Mato Grosso do Sul também foi a mais barata de Campo Grande, por R$ 3,99. Houve queda de alguns centavos em relação aos resultados anteriores. Já o preço médio estadual despencou de R$ 4,29 para R$ 4,26.

Nas refinarias, o preço cobrado pela Petrobras é de R$ 1,96 desde o dia 18 depois de sofrer uma pequena queda de três centavos.

Nos siga no Google Notícias