A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

08/09/2017 06:38

Preço do etanol dispara e chega a 86% do valor da gasolina na Capital

Abastecer com o derivado da cana é vantajoso em apenas três capitais

Osvaldo Júnior
Carro sendo abastecido em posto de combustíveis da Capital, onde o etanol apresentou alta mais acelerada que a gasolina (Foto: Marcus Ermínio)Carro sendo abastecido em posto de combustíveis da Capital, onde o etanol apresentou alta mais acelerada que a gasolina (Foto: Marcus Ermínio)

Entre o etanol e a gasolina, há apenas uma moeda de R$ 0,50. Em Campo Grande, o valor do biocombustível equivale a 86% do custo do derivado do petróleo. Essa equivalência deve ser inferior a 70% para o etanol ser economicamente vantajoso. 

Atualmente, de acordo com a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o preço médio do etanol é R$ 3,07 e o da gasolina, R$ 3,57, na Capital.

O etanol só seria competitivo caso seu preço caísse 18,9%, recuando dos atuais R$ 3,07 para R$ 2,49, e se a gasolina não aumentasse um centavo.

Em igual período do ano passado, o etanol já não era vantajoso. No entanto, a paridade era menor, de 77,8%: o preço médio do biocombustível era R$ 2,52 e o do derivado de petróleo, de R$ 3,238.

Desde então, a gasolina encareceu 10,25% e o etanol, o dobro dessa variação: 21,77%.

Capitais – No País, apenas três capitais – Goiânia (68,4%), Belo Horizonte (69,72%) e São Paulo (68,57%) – praticam valores médios para o etanol abaixo dos 70% do preços da gasolina.

Nas demais, os preços médios do derivado da cana estão relativamente altos. Em Boa Vista, o valor do etanol já supera o da gasolina: o primeiro custa, em média, R$ 3,73 e o segundo, R$ 3,70. 

Também apresentam elevada paridade entre os preços do etanol e da gasolina as seguintes capitais: São Luiz (91%), Belém (88,8%), Florianópolis (88,2%), Manaus (87,6%) e Aracaju (87,4%).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions