A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Julho de 2017

06/07/2017 10:50

Preço do feijão sobe, mas cesta básica ficou R$ 6,50 mais barata em 2017

Priscilla Peres
Feijão ficou mais caro no mês passado. (Foto: Direto das Ruas)Feijão ficou mais caro no mês passado. (Foto: Direto das Ruas)

A cesta básica de Campo Grande ficou R$ 6,57 mais barata no primeiro semestre de 2017 e terminou junho custado R$ 386,68. As variações do período foram influenciadas principalmente pelo preço dos hortifrútis, segundo pesquisa do Dieese/MS (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos).

Depois de altas, pelo segundo mês consecutivo em junho a batata e o tomate ficaram mais baratos, 13,01% e 13,33%, respectivamente. Isso contribuiu para que a cesta de produtos ficasse 2,13% mais barata no mês, conforme o Dieese.

Dos 13 itens pesquisados apenas dois tiveram alta nos preços. O feijão foi o mais expressivo que somou 20,90% de alta. Esse comportamento aconteceu em 24 capitais do país, devido a pequena oferta de grãos de qualidade.

O leite teve aumento de 0,31% devido a entressafra, porém a manteiga ficou 3,91% mais barata no mês. Os demais produtos com queda no preço são: banana (-6,32%), arroz (-3,50%), açúcar (-2,24%), óleo (-1,79%), farinha (-1,77%), carne (-1,34%) e pão (-0,20%).

Segundo o Dieese/MS, a estimativa é de que o salário mínimo necessário para atender uma família de quatro pessoas deveria ser de R$ 3,727, quase quatro vezes maior que o atual de R$ 937.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions