A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

06/06/2008 10:29

Preço do gás natural boliviano deve subir 9%

Redação

O preço do gás natural boliviano deve subir 9% a partir da próxima semana. A MSGás deu entrada com pedido de aumento em fevereiro na Agepan (Agência de Regulação de Serviços Públicos). O pedido acaba de ser autorizado pela assessoria técnica da agência e encaminhado para que o governador, André Puccinelli (PMDB), homologue ou faça alguma alteração.

A estatal informa que segurou os aumentos por um ano e meio e em fevereiro do ano passado chegou, inclusive, a reduzir os preços para estimular o consumo, que ainda assim despencou, conforme o relatório anual divulgado em março deste ano.

De acordo com a assessoria de imprensa da MS Gás, o reajuste deve atingir todos os clientes do Estado. A composição do índice leva em conta uma cesta de produtos, aumento do petróleo e variação do dólar. A revisão é trimestral.

Com maior número de consumidores, embora o volume comercializado não seja o mais expressivo, o GNV (Gás Natural Veicular) aumentou em R$ 0,03, o metro cúbico, nos últimos 12 meses.

Porém, o aumento foi por conta do repasse de custos pelos postos, especialmente em função da alta da energia elétrica de 2007. Hoje o preço médio do metro cúbico é de R$ 1,596 e se o aumento de 9% for homologado e repassado integralmente pelos postos vai a R$ 1,739.

No ano passado, conforme o balanço, a empresa comercializou em Mato Grosso do Sul 139.263.211 metros cúbicos de gás, um decréscimo de 59,4% em relação a 2006.

O relatório atribui a redução ao pequeno desempenho das termelétricas (como a

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions