A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/07/2009 11:18

Produtor rural de MS ganha mais prazo para pagar dívidas

Redação

Os produtores rurais que tiveram a produção agrícola afetada pela estiagem em Mato Grosso do Sul terão mais prazo para pagar suas dívidas. Resolução nº 3.766, aprovada ontem à noite pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), prorroga para 15 de outubro de 2009 a data de vencimento das parcelas vencidas ou a vencer entre 1º de abril de 2009 e 14 de outubro de 2009, relativas a custeio e investimento.

As alterações foram acertadas pelos deputados federais Waldemir Moka (PMDB-MS), Luís Carlos Heinze (PP-RS) e Moacir Michelleto (PMDB-PR) com o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes. O CMN é constituído pelos ministros da Fazenda e do Planejamento e Orçamento e pelo presidente do Banco Central.

De acordo com Moka, a Resolução nº 3.736, de 15 de junho, deixou de fora os municípios que decretaram estado de emergência a partir de 13 de maio. Com a nova decisão, as localidades que tiveram o pedido homologado pelo Governo do Estado até 15 de julho serão beneficiadas pela medida.

Moka acredita que a nova regra alcançou a todos os municípios sul-mato-grossenses afetados pela falta de chuva entre dezembro do ano passado e maio deste ano. "Finalmente, conseguimos um prazo que atenderá todos os produtores que tiveram perda na colheita", afirmou o deputado.

O CMN também aprovou a criação de linha emergência de crédito rural para financiamento das atividades das unidades de produção rural atingidas por enchentes ou estiagens. Serão beneficiados produtores rurais de Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, e São Paulo que tiveram perda de renda em decorrência de estiagem.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions