A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/10/2017 07:52

Programa de refinanciamento de dívidas com a prefeitura começa hoje

Descontos no pagamento à vista são de até 90% nos juros e 80% nas multas

Renata Volpe Haddad
Central da prefeitura para renegociamento de dívidas está localizada na rua Arthur Jorge. (Foto: Arquivo/ Campo Grande News)Central da prefeitura para renegociamento de dívidas está localizada na rua Arthur Jorge. (Foto: Arquivo/ Campo Grande News)

Quem tem débitos com a prefeitura de Campo Grande vencidos até dezembro de 2016, pode renegociar as dívidas através do Refis municipal que começa nesta terça-feira (3), com até 90% de desconto nos juros e na correção monetária no pagamento à vista, e de 80% em multas.

De acordo com o secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, a prefeitura está atenta a situação financeira do contribuinte. “A nossa gestão está sensível à situação dos contribuintes, que querem pagar sua dívida. Entendemos o momento de dificuldade que a população está passando e estamos oferecendo alternativa para quitação destes débitos”, justifica.

O PPI vai de 3 a 31 de outubro na primeira fase e de 1º a 30 de novembro de 2017 na segunda etapa. A dívida ativa em Campo Grande hoje é de R$ 2,6 bilhões. A expectativa é de que a prefeitura recupere pelo menos R$ 38 milhões nos dois meses.

O atendimento ao contribuinte é realizado na Rua Arthur Jorge, 500, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16 h. A central estará atuando em regime de plantão aos sábados, também das 8h às 16h, exceto no dia 14 de outubro.

Parcelamento - Quem não tiver como pagar os débitos pendentes à vista, pode parcelar e reparcelas as dívidas em até seis vezes, com desconto de 75% da atualização monetária, dos juros de mora incidentes sobre o valor do crédito tributário e multa, em outubro.

No parcelamento em até 12 vezes, o desconto é de 35% da atualização monetária, dos juros de mora incidentes sobre o valor do crédito tributário e multa, quando houver, caso o pagamento seja realizado até o último dia útil do mês outubro.

Em novembro, o pagamento das dívidas à vista terá desconto de 85% da atualização monetária, dos juros de mora incidentes sobre o valor do crédito tributário e multa e 75% nas multas.

Quem optar pelo parcelamento em seis vezes terá 70% de desconto da atualização monetária, dos juros de mora incidentes sobre o valor do crédito tributário e multa. Já os que escolherem pagar em 12 parcelas terão remissão de 30% pagando até o último dia útil de novembro de 2017.

 

Em busca de R$ 38 milhões, programa de refinanciamento de débitos vira lei
Com publicação em edição extra do Diário Oficial, o PPI (Programa de Pagamento Incentivado) virou lei em Campo Grande, com término em 30 de novembro ...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions