A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/12/2012 18:42

Puccinelli prepara projeto para incluir minério de ferro no Fundersul

Aline dos Santos
Segundo André, outros Estados já fazem cobrança. (Luciano Muta)Segundo André, outros Estados já fazem cobrança. (Luciano Muta)

O transporte do minério de ferro deve ser incluído na cobrança do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul). “A cana, a madeira e o carvão já existem na lei. Estamos bolando uma lei para que o minério de ferro também pague. Igual o Pará fez e Minas Gerais”, afirmou hoje o governador André Puccinelli (PMDB).


No fim de novembro, o setor produtivo sugeriu mudanças. Pela proposta apresentada pelo Conselho do Fundersul, metade da carga tributária da pecuária e dos grãos seria repassada para a cana-de-açúcar, florestas e mineração, que hoje são isentos de cobrança.


Para 2012, a previsão de arrecadação do Fundersul era de R$ 260 milhões. Conforme o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, hoje a taxa é paga para transporte de boi e grãos (soja e milho). “Para o transporte de um animal novo, paga R$5, R$ 6. O animal adulto paga R$ 8”, exemplifica.


Conforme Maia, o cenário hoje é diferente de uma década atrás quando o Fundersul foi implantado com objetivo de melhorar as estradas estaduais. Ele enfatiza que para o setor produtivo a melhor alternativa é o fim do fundo. Caso contrário, uma das sugestões é que os representantes dos setores produtivos escolham as estradas que receberão investimentos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions