A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018

27/03/2012 15:15

André tentará em abril redução de R$ 22 milhões da despesa com dívida

Wendell Reis
Governador quer comprometimento de apenas 9% da receita com a dívida do estado(Foto: Marlon Ganassin)Governador quer comprometimento de apenas 9% da receita com a dívida do estado(Foto: Marlon Ganassin)

O governador André Puccinelli (PMDB) confirmou na manhã desta terça-feira (27) que tem uma reunião com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, no dia 19 de abril. Acompanhado de outros governadores, Puccinelli deve solicitar uma análise da dívida de Mato Grosso do Sul. “Tomara a Deus que resolva”, declarou o governador ao ser indagado se o problema pode ser resolvido.

Puccinelli revela que caso o Governo Federal reduza o comprometimento da RCL (Receita Corrente Líquida), o Estado terá uma economia de R$ 22 milhões ao mês, visto que paga, aproximadamente, R$ 680 milhões ao ano por conta da dívida.

O governador explicou que não adianta mudar o indexador, visto que eles alternam constantemente. Puccinelli revela que o Estado paga, atualmente, 15% de sua receita de juros da dívida. Entretanto, este valor causa prejuízo, visto que foi calculado com projeção de crescimento de 4% do PIB (Produto Interno Bruto), o que não foi concretizado.

A proposta defendida pelos governadores é de autoria do ex-vice-presidente, José de Alencar, que solicitou um comprometimento de apenas 9% da renda dos estados. “Não adianta mudar o juro, mas o percentual de comprometimento”, explicou Puccinelli.

No dia 29 de fevereiro Puccinelli se reuniu com os governadores do Centro-Oeste, Rondônia, Tocantins e outros 13 governadores, na casa da governadora do Maranhão, Roseana Sarney, para discutir a renegociação da dívida, royalties do petróleo, Lei Kandir e FPE (Fundo de Participação dos Estados). Após o encontro ficou definido que os governadores fariam reunião com Mantega e com a presidente da República, Dilma Rousseff (PT).



Prefeitos de MS cobram pressa na votação dos royalties do petróleo
Comitiva formada por 19 prefeitos de Mato Grosso do Sul está em Brasília (DF) nesta terça-feira, quando reforça mobilização nacional de prefeitos par...
Dólar fecha em queda, cotado a R$ 3,71, de olho no cenário eleitoral
O dólar fechou a sexta-feira (19) em queda com o mercado ainda acompanhando o cenário eleitoral. A moeda caiu 0,26%, vendida a R$ 3,7125. Na semana, ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions