A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

26/10/2015 15:43

Reajuste de 11,66% vai beneficiar 30 mil trabalhadores do comércio

Priscilla Peres
Trabalhadores terão a reposição da inflação e ganho real, a partir de novembro. (Foto: Marcos Ermínio)Trabalhadores terão a reposição da inflação e ganho real, a partir de novembro. (Foto: Marcos Ermínio)

A partir de 1° de novembro, trabalhadores do comércio de Campo Grande terão reajuste salarial de 11,66%. O índice foi acordado em convenção coletiva entre o sindicato dos empregados e do comércio varejista e a decisão irá beneficiar cerca de 30 mil comerciários, que passarão a ter salário base de R$ 1.005.

Para definir o índice de reajuste os sindicatos levaram em consideração a inflação acumulada no período, que chega a 9% e adicionaram ganho real para os trabalhadores. Com isso, a partir de novembro, os trabalhadores comissionados das lojas terão piso de R$ 1.115, os auxiliares do comércio de R$ 900 e office boy e serviços gerais de R$ 880.

O percentual é diferente para os trabalhadores que já ganham acima do piso e que terão reajuste de 9%. O valor diário do vale refeição será de R$ 10 e para os comerciários com jornada superior a seis horas, que utilizam o vale transporte, a empresa terá que fornecer vale alimentação para o intervalo intrajornada; e do lanche em prorrogação de jornada, em R$ 7.

O vice-presidente do SECCG (Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande), Nelson Benitez, explica que a negociação foi demorada mas muito satisfatória devido ao ganho real. “Foi um grande avanço, se considerarmos esse período de crise econômica em que o país atravessa. Nossos trabalhadores receberão não só os percentuais correspondentes às perdas para a inflação acumulada no período, como também um ganho real, que é muito significativo para cada trabalhador beneficiado”.

No ano passado o reajuste anual foi de 6,8% e em 2013 de 8%.

 

 

Para reagir à crise, associação lança amanhã campanha de Natal do comércio
Em meio a crise econômica, que reduziu as vendas, a Associação Comercial e Industrial de Campo Grande lança amanhã às 18h30, sua estratégia para ten...
Caixa Econômica Federal não usará empréstimo do FGTS em 2018
Apesar da necessidade de cumprir padrões mais elevados de segurança financeira a partir de 2019, a Caixa Econômica Federal não usará o empréstimo de ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions