A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

18/01/2010 16:39

Receita amplia atendimento para incluídos na malha fina

Redação

As pessoas físicas incluídas na malha fina que precisam regularizar a situação terão mais facilidade para marcar horário nos postos da Receita Federal. O órgão ampliou o número de atendimentos destinados a esses contribuintes.

A quantidade de atendimentos disponíveis passou de 25.716 para 44.105. Desse total, segundo a Receita, 4.037 atendimentos já estão marcados, o que deixa 40.068 horários ainda livres.

De acordo com a Receita, a ampliação foi necessária porque, em alguns postos, a procura foi maior que o número de atendimentos oferecidos. Dessa forma, o órgão ampliou o total de horários disponíveis para acomodar a demanda extra e chegar a um fluxo regular de atendimento aos contribuintes.

Desde o dia 4, os contribuintes na malha fina podem marcar, pela internet, o atendimento nos postos da Receita. O objetivo da mudança é diminuir as filas nos postos, já que os contribuintes chegam com horário definido para serem atendidos.

Os contribuintes que não conseguiram marcar o atendimento pela internet devem repetir o procedimento. Segundo a Receita, os pedidos estão sendo monitorados diariamente e os fiscais podem remanejar vagas ociosas.

Para agendar um horário, o contribuinte deverá entrar no Centro Virtual de Atendimento da Receita https://cav.receita.fazenda.gov.br/scripts/CAV/login/login.asp) e obter um código eletrônico de acesso. Em seguida, é necessário tirar o extrato da declaração do Imposto de Renda e verificar as pendências.

As instruções sobre a marcação de atendimento pela internet estão disponíveis na página www.receita.fazenda.gov.br/PessoaFisica/MalhaFiscal/pendencias.htm.

Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
Justiça condena empresa telefônica por bloquear linha de cliente
Os desembargadores da 3ª Câmara Cível negaram recurso da companhia telefônica Tim, condenada em primeiro grau a pagar R$ 8 mil a um morador de Três L...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions