A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

31/12/2010 14:37

Retrospectiva: Comércio em alta exemplifica ano positivo na economia

Ricardo Campos Jr.
Compras de Natal bateram recorde e confirmaram ano bom para comércio. (Foto: João Garrigó)Compras de Natal bateram recorde e confirmaram ano bom para comércio. (Foto: João Garrigó)

O aumento no volume de vendas no comércio varejista de Mato Grosso do Sul vem superando as médias nacionais ao longo do ano. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Apenas em janeiro foi registrado índice inferior, com 4,3% de MS contra média nacional de 10,4%.

Os últimos dados divulgados pelo instituo na Pesquisa Mensal de Comércio são referentes ao mês de outubro, em que o comércio foi marcado pelas vendas visando o dia das crianças.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, as vendas do comércio do Estado aumentaram em 9,2%. A média nacional registrou alta de 8,8%. De janeiro a outubro, o volume de vendas cresceu 14,4% no Estado, conforme o IBGE. É um resultado também maior do que o nacional, de crescimento de 11,1%.

No ranking nacional, em outubro, Mato Grosso do Sul foi o 14º melhor, junto com o Rio Grande do Sul. Todos os estados tiveram resultados positivos.

Internet é recheada de ofertas em sites de compras que viraram febre coletiva. (Reprodução)Internet é recheada de ofertas em sites de compras que viraram febre coletiva. (Reprodução)

Compras coletivas - Sites em que uma empresa anuncia um produto com, no mínimo, 50% de desconto que deve ter uma quantidade mínima de compradores. A oferta permanece durante um período de 48 a 72 horas. Quando um grupo atinge o limite estipulado, cada um recebe um cupom para retirar o produto ou serviço.

Em 2010, Campo Grande viveu o “boom” da chegada de sites de compras coletivas. Atualmente, os sites de compra coletiva oferecem como forma de pagamento o cartão de crédito e a transferência bancária. Em alguns deles, é possível pagar as ofertas compradas com boleto bancário.

A grande vantagem para o cliente, além de produtos com descontos, é a comodidade da compra pela internet.

Antes de participar das promoções, o cliente deve se cadastrar em sites de pagamento digital, devidamente registrados e que validam as compras realizadas. No caso de uma oferta não atingir o número mínimo de compradores no período de tempo determinado, o valor é devolvido.

Autoridades visitam Shopping Norte Sul, que  ganha forma, assim como outros projetos lançados em 2010.Autoridades visitam Shopping Norte Sul, que ganha forma, assim como outros projetos lançados em 2010.

Empreendimentos - Mais um ano de lançamento de shoppings em Campo Grande.

Um dos mais recentes é o Shopping 26 de Agosto, que será construído próximo ao Centro da Capital. Várias edificações antigas foram demolidas para dar lugar ao novo prédio. Com ele, são esperados 3 novos shoppings na cidade.

O Norte-Sul Plaza, localizado na avenida Ernesto Geisel, começou a tomar forma no decorrer do ano e a previsão é de que comece a funcionar até o fim do primeiro trimestre de 2011. No entanto, obras para facilitar o acesso já estão em andamento e devem ficar prontas antes mesmo da inauguração, como é o caso da passarela de 30 metros que vai ligar os dois sentidos da rodovia.

Serão mais de 180 lojas, entre âncoras, megalojas e satélites. Na saída para Cuiabá ficará o shopping Bosque dos Ipês, que trocou novamente de nome este ano, depois de ser Iguatemi e Arvoredo, mas pouco evoluiu na terraplangem que começou há 2 anos.

Habitação em alta -Este ano marcou um boom da construção civil, impulsionado pelo mercado de baixo e médio padrão.

O programa Minha Casa, Minha Vida, lançado em 2009, rendeu frutos para o setor este ano, com novos empreendimentos que trouxeram para Campo Grande grandes construtoras.

Uma delas, a Homex, veio do México para se instalar na cidade. As obras começaram este mês, com expectativa de construir, na primeira fase, 1,7 mil unidades.

Desde a criação do Minha Casa Minha Vida, já foram contratadas no Mato Grosso do Sul mais de 13 mil unidades habitacionais no valor de R$ 827,4 milhões.

Considerando apenas os números de 2010, o volume de contratos habitacionais no Estado deverá superar 14 mil moradias, com recorde de aplicação superando R$ 1 bilhão.

Obras da Homex começaram com expectativa de construir 1,7 mil unidades habitacionais. (Foto João Garrigó)Obras da Homex começaram com expectativa de construir 1,7 mil unidades habitacionais. (Foto João Garrigó)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions