A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Maio de 2017

15/05/2017 09:31

Sair do aluguel é sonho de quem madrugou na fila para sacar FGTS

Renata Volpe Haddad e Ricardo Campos Jr
Francisco, 73 anos, trabalha desde 1980 com carteira assinada e nunca sacou o FGTS. (Foto: Ricardo Campos Jr)Francisco, 73 anos, trabalha desde 1980 com carteira assinada e nunca sacou o FGTS. (Foto: Ricardo Campos Jr)

Na agência central da Caixa Econômica Federal, na Rua 13 de Maio, às 6h já tinha gente na fila para poder sacar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Quem madrugou nesta segunda-feira (15) tem o sonho de sair do aluguel com o dinheiro do recurso. Onze agências de Campo Grande abriram às 9h para atendimento exclusivo do fundo de garantia.

Caminhoneiro, Jorge Vicente chegou às 6h na agência central e era o segundo da fila. Ele sabe que tem mais de doze anos de conta inativa e quer sacar o dinheiro, para dar entrada no financiamento da casa própria. "Eu não consultei meu saldo, mas pelas minhas contas acho que vou conseguir dar entrada na minha casa e sair do aluguel", conta, animado.

Quem também madrugou e estava bastante esperançoso, é o auxiliar de serviços gerais, Francisco Soares de Castro, 73. Ele acha que tem bastante recurso para receber, já que trabalha desde 1980 com carteira assinada, mas nunca sacou FGTS.

"Eu recebia em cruzado, mas agora não sei se vai converter e nem a quantia. Eu quero reformar minha casa e construir uma para os meus filhos, com o dinheiro", diz.

Na agência da rua Barão do Rio Branco, a dona de casa Selma Maria dos Anjos de Almeida, 37, garantiu o primeiro lugar da fila, ao chegar às 5h30. Ela mora em Terenos e veio até a Capital com o marido, sacar o recurso, pois na cidade dela, o banco estava sem dinheiro. "Fomos na sexta-feira tentar sacar, mas não deu certo. Ai acordamos cedo hoje, pegamos o ônibus e aqui estamos", relata.

O dinheiro será bem vindo para que o casal possa terminar de construir a casa deles e sair finalmente do aluguel. "A gente não sabe ainda quanto tem, mas meu marido trabalhou bastante tempo em uma fazenda e nunca sacou o FGTS", afirma.

O movimento nas agências da Caixa Econômica, no Centro, está tranquilo, em comparação à sexta-feira, quando o recurso para trabalhadores nascidos em junho, julho e agosto, começou a ser liberado.

Na rua 13 de Maio, antes das 9h, uma fila se formou do lado de fora, devido a limpeza que estava sendo feita no local. 

Na rua Barão do Rio Branco, fila se formou do lado de fora, antes da abertura da agência. (Foto: Ricardo Campos Jr)Na rua Barão do Rio Branco, fila se formou do lado de fora, antes da abertura da agência. (Foto: Ricardo Campos Jr)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions