A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/05/2011 08:29

Secretaria pede prorrogação de licença ambiental para terminal de cargas

Marta Ferreira

A Secretaria Municipal de Transporte e Infraestrutura requereu à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano que seja prorrogada a licença ambiental prevendo o funcionamento do Terminal Intermodal de Cargas em Campo Grande, localizado no anel viário, entre as saídas de Sidrolândia e de São Paulo.

A infraestrutura básica do terminal já foi concluída pela prefeitura, que está, agora na fase de escolha do melhor projeto para efetivação do terminal de cargas, mais conhecido como porto seco.

Na semana passada, foi criada a comissão que vai definir o melhor projeto para aproveitamento do espaço. Depois disso, esse plano vai ser licitado, para a escolha da empresa que vai gerir o porto.

A estrutura já implantada inclui sistema de água e esgoto, arruamento, eletricidade, e um estacionamento pavimentado para veículos pesados, bem ao lado da ferrovia e do anel rodoviário.

O objetivo da prefeitura com o terminal é criar uma espécie de entreposto para o escoamento de produtos, integrando ferrovia, rodovia e hidrovia. No futuro, a ideia é integrar, ainda, o transporte de cargas por avião, com construção de um novo aeroporto em Campo Grande.

A prefeitura pleiteia, ainda, a implantação de uma estrutura alfandegária pela Receita Federal, o que dará ao terminal a condição de Porto Seco, reduzindo custos para o escoamento de produto.

Agências têm até hoje para se credenciar para receber turistas chineses
Agências de turismo e viagens do Brasil que têm interesse em trabalhar com turistas chineses devem se habilitar junto ao Ministério do Turismo. O pr...
Receita Federal paga R$ 43 milhões no último lote do Imposto de Renda em MS
A Receita Federal paga nesta sexta-feira (15) o último lote do IRPF (Imposto sobre a Renda da Pessoa Física), de 2017, que contempla 30.300 contribui...


Esse porto seco vai ser uma mão na roda, pois vai evitar que veículos pesados transitem na cidade e piorem nosso asfalto e causem acidentes. Várias cidades já fizeram esse tipo de proibição, agora é a vez de Campo Grande progredir mais ainda!
 
Cibele Cristaldo em 04/05/2011 12:00:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions