A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

28/02/2019 14:59

Serviços médico e odontológico puxam geração de empregos em MS

Setor foi o que mais contribuiu para a criação de postos formais de trabalho no Estado com 4,4 mil novas vagas.

Gabriel Neris
Atendimento odontológico contribuiu para o crescimento de empregos em janeiro (Foto: Arquivo)Atendimento odontológico contribuiu para o crescimento de empregos em janeiro (Foto: Arquivo)

Durante o mês de janeiro o setor que mais contribui com a geração de emprego no Estado foi o de serviços com quase 4,9 mil contratações. Dentre eles, serviços médicos, odontológicos e veterinários somaram 4.483 mil novos postos de trabalho, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgado nesta quinta-feira (28).

A criação de vagas no mercado de trabalho quadruplicou em Mato Grosso do Sul em janeiro. Conforme o levantamento da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, o Estado fechou o primeiro mês do ano com saldo de 6.094 vagas a mais. No mesmo período do ano passado foram registradas 1.589 vagas a mais.

De acordo com o Caged, 19.461 trabalhadores foram desligados de seus trabalhos em janeiro, enquanto 25.555 foram contratados. Este é o melhor janeiro dos últimos quatro anos. O pior deles foi o de 2015, quando fechou com saldo negativo de 1.270 postos.

No acumulado dos últimos 12 meses, o Estado também apresenta saldo positivo, com 793 vagas. Neste período foram 241.455 rescisões de trabalho e 240.662 contratações.

A agropecuária também fechou o mês com índice positivo, com saldo de 1.089 vagas de trabalho a mais. Entre outros setores, o de extrativa mineral fechou com 29 vagas a mais. Indústria de transformação encerrou o período com -37 postos, construção civil com 346 vagas a mais e comércio com -287.

Campo Grande também fechou o mês no azul, com saldo de 246 vagas a mais de empregos. Porém, este também é o melhor janeiro dos últimos quatro anos. O pior resultado registrado foi de 2015 com -562 postos de trabalho.

Entre os municípios do interior do Estado, Dourados registrou o melhor saldo, com 4,4 mil novas vagas de trabalho. O pior resultado mensal foi em Três Lagoas, com -56 vagas de emprego.

O resultado nacional também fechou de forma positiva. O saldo foi de 34.313 vagas de trabalho. Neste período foram 1.325.183 admissões e 1.290.870 desligamentos. Nos últimos 12 meses, o crescimento foi de 471.741 empregos, acréscimo de 1,24%.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions