ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 31º

Economia

Supermercados abrem durante "feriadão" para frear correria por compras

Setor também enfatiza que não é necessário "correria" às unidades, pois não há risco de desabastecimento

Por Adriano Fernandes | 18/03/2021 20:43
Fiscal medindo temperatura de cliente na entrada de supermercado da Capital. (Foto: Henrique Kawaminami)
Fiscal medindo temperatura de cliente na entrada de supermercado da Capital. (Foto: Henrique Kawaminami)

Os supermercados da Capital estarão abertos durante o “feriadão” que passa a valer a partir da próxima segunda-feira (22), para tentar minimizar o avanço do novo coronavírus. Conforme o setor também não há risco de desabastecimento, um dos temores mais frequentes da população a cada novo decreto.

“Não é necessário correria desenfreada, não há necessidade de tumulto nos supermercados”, enfatiza Edmilson Verati, presidente da Amas (Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados). Conforme Edmilson, o novo decreto pode trazer possíveis alterações nas regras de funcionamento, contudo, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) já teria sinalizado à Associação, durante reunião desta quinta-feira que os estabelecimentos funcionarão normalmente, mesmo com o adiantamento dos feriados. Vale lembrar que o setor está entre os serviços essenciais, cuja abertura é resguardada cada novo decreto.

Verati também ressalta que tanto os supermercados da Capital quanto do interior tem estoque suficiente para abastecer os moradores, mesmo que um “lockdown” fosse implementado em todo o Estado, possibilidade que é descartada pelos governos municipal e estadual.

“Desde o agravamento da pandemia temos tomado todas as providências para garantir o abastecimento, antecipando compras, mantendo um estoque maior, estamos atentos às cidades onde ficam as industrias que fornecem alimentos. Há um ano estamos trabalhando com um estoque além do normal para estar preparado para um momento de possível lockdown”, conclui.

Feriadão – Por nove dias a partir de segunda-feira, dia 22 de março, estará proibido o funcionamento de todas as atividades não essenciais em Campo Grande. O endurecimento das regras inclui a antecipação dos feriados da Semana Santa, Tiradentes, Corpus Christi, Dia do Trabalho e Aniversário da cidade e 7 de Setembro, Dia da Independência.

A prefeitura ainda está formulando as regras do novo decreto, mas a principio comércios, bares e restaurantes só poderão atender por meio de delivery. Devem continuar valendo as regras de restrição mais duras já implementadas, como a proibição de eventos, reuniões, shows e festividades em clubes, salões e qualquer outra atividade que possa acarretar aglomeração de pessoas.

Postos de saúde, supermercados, postos de gasolina e farmácias, por exemplo, continuarão funcionando.

Tragédia - A Capital já perdeu 1.648 vidas para a covid-19 e 80.049 pessoas já foram contaminadas pelo novo coronavírus. Nesta quinta-feira (18), Mato Grosso do Sul também quebrou novo recorde de pacientes internados por coronavírus. São 956 pessoas hospitalizadas em leitos clínicos ou de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em todo o Estado.  Outras 489 pessoas estão internadas nos hospitais, 235 delas em leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e 251 em leitos clínicos comuns.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário