A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

22/11/2016 11:19

Taxa de desemprego em MS cresce 1,4% em um ano, segundo IBGE

Renata Volpe Haddad
Número de trabalhadores na indústria caiu 4,1% no terceiro trimestre de 2016. (Foto: Portal Três Lagoas)Número de trabalhadores na indústria caiu 4,1% no terceiro trimestre de 2016. (Foto: Portal Três Lagoas)

O número de desemprego em Mato Grosso do Sul registrou índice de 7,7% no terceiro trimestre do ano, sendo 1,4% maior em comparação com julho a setembro de 2015, segundo a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios), divulgada nesta terça-feira (22).

No segundo trimestre deste ano, a taxa de desocupação do sul-mato-grossense foi de 7%, o que significa que de julho a setembro, nove mil pessoas ficaram desempregadas em três meses.

Conforme a PNAD, o nível de ocupação de julho a setembro no Estado, é de 60% dos trabalhadores. Se comparado com o trimestre anterior, há queda de 1,1% e retração de 1,3% em relação ao trimestre de 2015.

O número de trabalhadores no setor privado com carteira assinada caiu 1,2% no trimestre, passando de 475 mil pessoas registradas de abril a junho para 469 mil trabalhadores com registro em carteira de julho a setembro.

Outro dado divulgado pelo PNAD, é o número de trabalhadores domésticos. Houve queda de 6% de julho a setembro, em Mato Grosso do Sul. Queda também no setor da indústria. De 135 mil trabalhadores no ramo de abril a junho deste ano, o número caiu para 129 mil, representado queda de 4,1% em três meses. 

Em contrapartida, o número de empregadores cresceu 16,9%, subindo de 66 mil para 77 mil empregadores.

Ainda segundo a pesquisa, o rendimento médio mensal dos trabalhadores do Estado foi de R$ 2,459 mil no trimestre, crescendo 5,2% em comparação com o segundo trimestre de 2016.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions