A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

05/10/2018 16:20

Trabalhadores com menos de 60 anos deixam de sacar R$ 63 milhões do PIS

Saque era para trabalhadores cadastrados no Fundo PIS/Pasep entre 1971 e 4 de outubro de 1988

Aline dos Santos
As cotas não pagas do PIS correspondem a R$ 63,2 milhões. As cotas não pagas do PIS correspondem a R$ 63,2 milhões.

Com o término do prazo no último dia 28 de setembro, 49.430 cotistas do PIS com menos de 60 anos não sacaram o benefício em Mato Grosso do Sul. O valor corresponde a R$ 63,2 milhões. O saque era para trabalhadores cadastrados no Fundo PIS/Pasep entre 1971 e 4 de outubro de 1988 que ainda não tinham retirado o saldo total de cotas na conta individual de participação.

A partir de 29 de setembro, conforme a Agência Brasil, os saques voltaram a ser permitidos somente para os cotistas que atendam a um dos critérios habituais: pessoas com 60 anos ou mais, aposentados, herdeiros de cotistas, pessoas em situação de invalidez ou acometidos por doenças específicas.

Segundo a Caixa Econômica Federal, o valor disponibilizado para saques do PIS em Mato Grosso do Sul foi de R$ 290,1 milhões para 217.676, incluindo menores e maiores de 60 anos. Do total, foi pago R$ 113.737.304,07 a 108.700 pessoas. Já o montante não pago foi de R$ 176,4 milhões, que corresponde a 108.976 pessoas.

A diferença é que o grupo dos maiores de 60 anos (59.546) ainda pode fazer saques. Para saber se tem direito ao saque, o trabalhador com idade a partir de 60 anos pode consultar a situação do seu benefício na página da Caixa (www.caixa.gov.br/cotaspis).

A consulta permite ver o valor que tem a receber e os canais disponíveis para realização do pagamento. Caso o valor já tenha sido creditado em conta na Caixa ou por TED em outros bancos, o site informa os dados bancários.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions