A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

30/10/2014 10:36

Vale investiu em MS, de janeiro a setembro, mais de US$ 250 milhões

Luciana Brazil
Mineradora em Corumbá. (Foto: Divulgação)Mineradora em Corumbá. (Foto: Divulgação)

Só neste ano, de janeiro a setembro, a Vale, empresa mineradora, desembolsou US$ 258 milhões no Mato Grosso do Sul, o que representa mais de R$ 500 mil na moeda brasileira. O volume é 46% maior do que o registrado nos primeiros nove meses do ano passado, com um total de US$ 117,2 milhões, segundo a empresa.

Os investimentos socioambientais este ano já somam US$ 7 milhões, aumento de 57% em relação a período semelhante de 2013.

A empresa informou que a produção de minério de ferro do Sistema Centro-Oeste, que conta com duas minas na região de Corumbá e Ladário, foi de 1,6 milhão de toneladas entre julho e setembro desse ano, quase 18% maior do que o registrado no segundo trimestre. O sistema produziu cerca de 4,3 milhões de toneladas de minério de ferro nos nove primeiros meses do ano.

A Vale atingiu 85,7 milhões de toneladas de produção de minério de ferro, excluindo a produção atribuível à Samarco, na melhor performance de sua história, com ganhos em todos os sistemas na comparação com o segundo trimestre. Nos primeiros nove meses do ano, a Vale produziu 236,2 milhões de toneladas, outro recorde, contra os 232,2 milhões obtidos em período correspondente de 2008.

Manganês- A produção de minério de manganês da Mina de Urucum alcançou recorde histórico no terceiro trimestre, com 158 mil toneladas, aumento de 92,8% sobre o terceiro trimestre de 2013. O bom resultado aconteceu em função de melhorias operacionais feita na planta de beneficiamento no final do ano passado e o fim do período de chuvas. No Brasil, a produção de minério de manganês atingiu 1,6 milhão de toneladas de janeiro a setembro desse ano.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions