A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

29/05/2019 10:10

Variação de preços em farmácias chegam a 1.385%, aponta Procon

Vejas qual farmácia cobra barato e a concorrente com preços mais altos da cidade.

Ronie Cruz
Fiscais visitaram 16 farmácias em diferentes regiões de Campo Grande (Foto: Divulgação/Procon)Fiscais visitaram 16 farmácias em diferentes regiões de Campo Grande (Foto: Divulgação/Procon)

O hábito de comparar preços antes de adquirir um mesmo medicamentos em farmácias de Campo Grande pode fazer o consumidor economizar até 1.385%. Foi o que revelou uma pesquisa do Procon-MS (Superintendência para Orientação de Defesa do Consumidor) realizada em 16 farmácias da Capital entre os dias 15 e 24 de maio.

Conforme a pesquisa, um mesmo produto apresentou diferença no preço de 1.385% em estabelecimentos diferentes. Uma cartela com 10 comprimidos de ácido acetil salicílico (AAS) de 100 miligramas, por exemplo, foi encontrada à venda por R$ 14,85 na Ultra Popular enquanto que na Drogaria Vitória custava R$ 1.

Em outro exemplo, o Dimenidrato (Dramin) de 50 miligramas, com 10 comprimidos, vendido na Drogaria São Bento por R$ 4,74 custava R$ 44,68 na Drogaria Levi, isto é, uma diferença de 842,62%. Já o Captopril (genérico) 25 miligramas com 30 comprimidos foi encontrado a R$ 3,91 em uma das farmácias da rede Mais Popular e a R$ 34,30 na Drogasil.

Ainda segundo o órgão, entre os estabelecimentos pesquisados, a Farmácia Pague Menos foi a que apresentou maior número de produtos (74) com o menor preço, enquanto o maior número com preço mais alto (68) foi encontrado, ironicamente, na Farmácia Preço Popular.

A fiscalização verificou 174 produtos nas 16 farmácias visitadas, sendo que do total 161 foram divulgados pelo órgão por estarem a venda na maioria dos locais visitados pelos fiscais. (acesse aqui a lista completa de medicamentos).

Para o superintendente do Procon, Marcelo Salomão, a pesquisa evidencia os cuidados na hora da compra. “Em se tratando de medicamentos, produtos indispensáveis para a população de maneira geral, a variação de preços justifica que o consumidor se dirija a diferentes farmácias o que possibilitará economia na compra”.

As farmácias visitadas pela equipe do Procon foram: Farmácia Luizinho (avenida Coronel Antonino), Mais Popular (Nova Lima), Levi (Jardim Presidente), Pharmedeiros (Jardim Itália), Yokohama ( Vila Palmira), Drogasil (Vila Sobrinho), Vitória (Jardim Ouro Verde), Soloaga (Aero Rancho), São Bento (Centro), Droga 10 (centro), Preço Popular (centro), Freire (Monte Líbano), São Leopoldo (Vila Cidade), Ultrapopular (Vila Carlota), Pague Menos ( Vila Santa Doroteia) e Drogaraia (Jardim São Bento).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions