A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019

04/11/2019 15:53

Região do Pantanal terá 50 vagas de Medicina e campus da UEMS em 2020

Universidade privada vai investir R$ 20 milhões para abrir curso em 2020 e administração da Estadual planeja fazer vestibular

Tainá Jara
Universidade do Paraná investirá R$ 20 milhões em curso de medicina (Foto: Divulgação/Unicesumar)Universidade do Paraná investirá R$ 20 milhões em curso de medicina (Foto: Divulgação/Unicesumar)

Principal cidade da região do Pantanal, Corumbá, distante 420 quilômetros de Campo Grande, se tornará polo de ensino superior com a implantação de projetos previstos para 2020. Universidade privada prevê investimento de R$ 20 milhões para abertura de 50 vagas para o curso de medicina. A meta da administração da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) é abrir no ano que vem o primeiro vestibular do polo a ser inaugurado no município.

Tendência nas cidades de fronteira entre Brasil e Paraguai, como Pedro Juan Caballero, os cursos de medicina em universidades privadas tem grande demanda nesta região devido aos preços menores em comparação aos dos grandes centros. No entanto, a Centro de Ensino Superior de Maringá Ltda (Cesumar), do Paraná, optou por explorar a fronteira do Brasil com a Bolívia, sendo Corumbá canal de acesso fácil com a cidade de Puerto Quijarro.

Conforme a instituição, já há um imóvel locado na cidade para implantação do curso de medicina em 2020, porém, em 2021, o curso já funcionará na sede própria. A Prefeitura de Corumbá já sancionou lei que autoriza a doação de terreno para instalar as dependências da universidade. A área fica na rua Pedro de Medeiros, bairro Popular Velha, ao lado da sede do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul), dentro do Parque Urbano Zumbi dos Palmares.

O investimento previsto é de R$ 20 milhões para estruturação dos prédios e compra de equipamentos, com a geração inicial de 50 novas de emprego. “Inicialmente, será oferecido apenas o curso de Medicina, mas a Instituição já está fazendo um estudo de mercado para ofertar outros cursos que atendam Corumbá e região”, afirmaram os representantes da instituição em nota.

UEMS – No final do mês passado, como resultado de audiência realizada na Câmara de Vereadores de Corumbá, ficou definido a realização de estudos para a criação de um pólo da UEMS na cidade, além da constituição de uma comissão de estudos que, a partir da sua formação, vai debater com a sociedade civil, os cursos que poderão ir para Corumbá.

Na ocasião, o reitor da UEMS, Laércio Alves de Carvalho, afirmou que a intenção é ampliar o sistema de oferta de cursos de graduação, pós-graduação ou ensino a distância e abrir vestibular já em 2020.

Presente à audiência, o prefeito Marcelo Iunes colocou a Prefeitura à disposição da UEMS, para que ela implante a Unidade em Corumbá. “Local já temos. Pode ser na Escola Estadual Gabriel Vandoni de Barros, no período noturno, mas, se for necessário, com apoio da Câmara, viabilizaremos uma área para a UEMS construir sua sede na cidade”, adiantou.

O projeto será executado a partir da aprovação de emenda parlamentar. O recurso destinado pela bancada federal será de R$ 10 milhões.

Atualmente, o município de Corumbá conta com a Câmpus do Pantanal, da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), composto de 13 cursos de graduação e dois cursos de pós-graduação em nível de mestrado. O IFMS conta com dois cursos de graduação e dois de pós-graduação.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions