ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 33º

Educação e Tecnologia

Sumidos das escolas, 33,6 mil alunos de MS correm risco de perder ano letivo

Ainda há chance desses estudantes passarem de ano, caso ainda queiram; escolas vão disponibilizar atividades de recuperação

Por Lucia Morel | 19/10/2020 18:22
Fechadas desde março, aulas presenciais nas escolas estaduais não voltam este ano. (Foto: Paulo Francis)
Fechadas desde março, aulas presenciais nas escolas estaduais não voltam este ano. (Foto: Paulo Francis)

Pelo menos 33.655 mil alunos da Ree (Rede Estadual de Ensino) ou sumiram ou simplesmente não participaram das atividades remotas desenvolvidas depois que as aulas presenciais foram paralisadas, em 23 de março deste ano, diante da pandemia do novo coronavírus. É neles que a SED (Secretaria de Estado de Educação) vai focar nesses últimos meses de 2020.

Segundo levantamento da secretaria, que hoje transmitiu mais uma live direcionada a esclarecimentos aos profissionais de educação, dos 210.344 estudantes da rede, 1% (2.103) desapareceu e nem sequer foi encontrado para dar alguma devolutiva sobre possível acompanhamento do ano letivo e outros 15% (31.551),chegaram a retirar atividades, mas nunca mais as devolveram.

O Campo Grande News já havia alertado para essa situação aqui. Vale lembrar que no começo das aulas remotas, pelo menos 41,1 mil estudantes estavam "perdidos", como foi relatado aqui.

Inclusive, a live começou com apelo, através de música de campanha com artistas nacionais e de fala da secretária estadual de educação, Maria Cecília Amêndola da Motta, para que os alunos não desistam do ano letivo, ainda que ele pareça perdido.

Não fique longe da escola, não abandone seus estudos”, apelou.

Fonte: SED
Fonte: SED

O superintendente de políticas educacionais da SED, Hélio Daher, disse que apesar do “desaparecimento” dos estudantes, ainda é possível haver recuperação, caso queiram. As escolas e professores estarão disponíveis para entrega de atividades, bem como de tira-dúvidas, agendado.

Resolução publicada hoje no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul instituiu o Plantão Tira-Dúvidas no Estado, criado justamente “para atender os estudantes que estejam com dificuldades de aprendizagem e de conectividade”, conforme a publicação, que ressalta ainda que “o “Reforço/Plantão Tira-Dúvidas” deverá ser ofertado, preferencialmente, aos estudantes que estiverem com aproveitamento insuficiente, independente do turno de matrícula.”

Hélio Daher, superintendente de políticas de educação da SED, em transmissão esta tarde. (Foto: Reprodução Live SED)
Hélio Daher, superintendente de políticas de educação da SED, em transmissão esta tarde. (Foto: Reprodução Live SED)

Reprovação - Mesmo assim, os estudantes que não comparecerem bem como que não entrarem em contato com escola e professores, serão automaticamente reprovados, já que os demais 84% de alunos tiveram algum tipo de aproveitamento e participaram das atividades.

“Esses alunos serão reprovados, porque não há parâmetros para avaliá-los”, comentou o superintendente, sustentando que todo estudante, tendo ou não participado das atividades letivas de 2020, têm direito ao exame final.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário