ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  01    CAMPO GRANDE 29º

Educação e Tecnologia

UFMS oficializa corte e Sisu só valerá para cursos de inverno em 2021

Por Ângela Kempfer e Giovana Martini | 16/10/2020 12:16
Monumento na entrada da UFMS, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis)
Monumento na entrada da UFMS, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis)

Nem toda a mobilização de alunos nas redes sociais garantiu o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) como forma de ingresso na UFMS  (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) no início de 2021.

Em votação na manhã desta sexta-feira, o Conselho Universitário aprovou a suspensão desse critério para o primeiro semestre do próximo ano, com 80% das vagas destinadas ao vestibular e 20% ao Passe (Programa de Avaliação Seriada Seletiva), que avalia o desempenho dos estudantes durante o Ensino Médio.

Mas uma alteração na proposta original assegurou o retorno do Sisu no Vestibular de Inverno da UFMS, para os cursos com ingresso do meio do ano. Assim, o Enem volta a contar no segundo semestre, com a seguinte divisão: 40% vestibular, 40% Sisu e 20% Passe.

Estudantes de escolas públicas de Campo Grande reagiram ontem após comunicado divulgado pela UFMS informando o fim da disponibilização de vagas por meio do  Sistema de Seleção Unificada. A #FicaSisunaUFMS alcançou o 5º lugar nos assuntos mais comentados do Twitter Brasil.

A justificativa da UFMS é a pandemia. A instituição argumenta que a medida é apenas emergencial, em decorrência do adiamento das provas do ENEM e consequente atraso na liberação dos resultados pelo Sisu em 2021, "A adoção do Sisu para o primeiro semestre de 2021 acarretará início do semestre letivo somente em junho/2021, atraso ou inexistência de formaturas e prejuízo a normalidade", justificou sobre o provável prejuízo para 22 mil acadêmicos.



Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário