ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 21º

Enquetes

Maioria garante que tem o hábito de ler os rótulos de alimentos

Cerca de 40% dos leitores não dão a devida atenção para as informações das embalagens

Por Jhefferson Gamarra | 23/10/2021 08:33
Modelo atual dos rótulos de alimentos estabelecido pela Anvisa (Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil)
Modelo atual dos rótulos de alimentos estabelecido pela Anvisa (Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil)

A maioria dos leitores que responderam a enquete do Campo Grande News, garantem que possuem o hábito de ler as informações do rótulo dos alimentos, como ingredientes e tabela nutricional. Cerca de 60% das respostas foram de pessoas atentas aos produtos que consomem, os outros 40% não dão a devida atenção para as embalagens.

O questionamento foi levantado após a sanção da lei estadual  5.740, que obriga os estabelecimentos comerciais que vendem alimentos, a informarem se usam produtos análogos ao queijo, requeijão e a outros lácteos em Mato Grosso do Sul.

Com a legislação, bares, lanchonetes, restaurantes, pizzarias, sanduicherias, panificadoras, buffets, sorveterias, pubs, empórios e outros estabelecimentos similares deverão informar, destacadamente, no cardápio e em toda e qualquer forma de publicidade, a expressão “este produto não é queijo”.

Todos terão 120 dias para se adequarem a nova regra e a regra vale também para meio eletrônico, braille, áudio e vídeo e serão fiscalizados pelo Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor ), sob risco de penalidades previstas no Código de Defesa do Consumidor.

A nível nacional, as informações técnicas de um produto devem estar presentes na embalagem, apresentando informações nutricionais e lista de ingredientes , regidas por regras estabelecidas  pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que devem ser rigorosamente cumpridas pelas empresas responsáveis pela fabricação do produto.

Resultado da enquete levantada pelo Campo Grande News (Imagem: Reprodução)
Resultado da enquete levantada pelo Campo Grande News (Imagem: Reprodução)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário