A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

23/11/2010 13:44

Assembleia homenageia músicos e som "de raiz" em prêmio

Redação

Instituída este ano pela Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, a medalha 'Tom do Pantanal - Arara Azul' premiou ontem (22), no Dia do Músico, artistas do Estado de diferentes gerações, mas com a música pantaneira em comum.

Idealizada pela deputada Dione Hashioka (PSDB), a medalha deverá ser concedida, todos os anos, a músicos que divulgam a cultura do Estado.

Apresentando os sons e o ambiente pantaneiro em suas músicas, o Grupo Acaba foi um dos homenageados Surgiu em 1969, com o objetivo de pesquisar, desenvolver e divulgar o folclore do Estado. As composições descrevem o homem, a fauna e a flora.

O gupo Alma Serrana também recebeu o 'Tom do Pantanal - Arara Azul'. O Pantanal e a cultura do Estado sempre fizeram parte de canções inseridas nos nove álbuns gravados. Uma das músicas (Pérola), cantada em todo o País, fez parte da trilha sonora de uma novela do SBT.

Grandes precursores da cultura de Mato Grosso do Sul, Délio e Delinha também foram condecorados. De Maracaju para a história da música nacional, José Pompeu e Delanira Gonçalves Pompeu fizeram 35 gravações em áudio e uma em vídeo. Délio faleceu em fevereiro deste ano, aos 84 anos. Délinha segue a carreira solo.

O cantor e violeiro Ivo de Souza também foi agraciado com o troféu que, mas por motivo de saúde não pode comparecer. O prêmio foi recebido pela cantora Delinha. A carreira de Ivo de Souza teve início em 1965 e ao longo dos anos ele manteve parcerias com Florito, Edinelson e Janguinho. Ivo é detentor de um timbre de voz destacado e um estilo próprio que já encantou platéias em vários estados.

Marcelo Loureiro, carioca de nascimento e criado em Guia Lopes da Laguna é um dos mais aclamados instrumentistas da região centro-oeste e também recebeu a medalha. Violonista talentoso, Loureiro ficou conhecido por criar, com sua música, uma atmosfera sertaneja, remetendo à vida na região. Suas canções retratam os elementos da cultura regional.

O Coral dos Servidores da Assembléia Legislativa, que vem percorrendo o Estado e através das músicas, incluindo o Hino do Estado, apresenta um pouco da cultura sul-mato-grossense também recebeu a condecoração entregue à maestrina Telma Serrou Pimentel que acompanha o grupo desde a criação, em 2004.

Segundo a deputada, os artistas "manipulam as mais íntimas sensações, sentimentos e emoções. Elevando, inspirando, comovendo e canalizando energias positivas". A Assembleia Legislativa "está prestando uma justa homenagem àqueles que dão exemplo de dedicação abnegada e sabedoria musical capaz de elevar o nome do Nosso Estado".

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions