A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

01/05/2009 18:57

Cinema d Horror exibirá comédia e guerra neste mês

Redação

As exibições de filmes do projeto Cinema d Horror serão realizadas nos dias 6 e 20 deste mês na sala Rubens Corrêa, no Centro Cultural José Octávio Guizzo, em Campo Grande. A comédia nacional 'O Cheiro do Ralo' será exibida dia 6, enquanto no dia 20 é a vez do drama de guerra 'Johnny vai à Guerra'.

O projeto Cinema d Horror é desenvolvido pela acadêmica Carolina Barbosa e pela doutora, professora e coordenadora do Mestrado em Estudos de Linguagens da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Rosana Zanelatto. A FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul) apoia a iniciativa.

Através da proposta, o público local confere duas exibições de filmes por mês, que acontecem sempre às 18h30. O objetivo do projeto é promover reflexões por meio de debates que acontecem a partir de filmes que tratam a categoria "Horror", possibilitando uma melhor compreensão do universo artístico contemporâneo e da conflituosa natureza humana, numa leitura diferente do habitual.

Sempre é realizado um debate após as exibição, com abordagem crítica sobre o filme. Depois da comédia 'O Cheiro do Ralo', o debate será intermediado por Nadiesda Barros Zílio, que é aluna do curso de Letras da UFMS. Já após a exibição do drama 'Johnny vai à Guerra', o debate será intermediado por Rodrigo Kruppa Gomes, que também cursa Letras na instituição.

"O Cheiro do Ralo" é uma comédia dirigida por Heitor Dhalia e tem duração de 112 minutos, com classificação de 14 anos. A história narra a vida de um dono de uma loja que vende objetos usados e se vê em apuros após ter que se relacionar com uma de suas clientes, que julgava estar sob seu controle. O ator Selton Mello é o protagonista.

Simbolicamente, ele é também perturbado pelo fedorento cheiro de um ralo que há na loja. Em confronto com personagens que ele julgava controlar, é obrigado a reavaliar sua visão de mundo. De certo modo, sua coleção de tipos se volta contra ele.

O drama de guerra "Johnny vai à Guerra" é de 1971 e tem duração de 111 minutos, com classificação de 16 anos.

Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions