A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

21/06/2012 10:27

Adeptos do futebol de mesa brincam e buscam profissionalização

Gabriel Neris

Federação negocia para que clubes tenham representantes nas competições estaduais e nacionais.

Presidente da Fefumems, Helder Rafael, também participa dos torneios (Foto: Rodrigo Pazinato)Presidente da Fefumems, Helder Rafael, também participa dos torneios (Foto: Rodrigo Pazinato)

Uma brincadeira onde não existe cobrança. Um esporte não que não requer preparo físico. Assim é o futebol de mesa. Sim, 20 botões sobre uma mesa simulando uma partida de futebol. O esporte é reconhecido pelo CND (Conselho Nacional de Desportos) como modalidade desportiva.

Em Mato Grosso do Sul, a brincadeira de gente grande virou coisa séria. No início do ano os adeptos da modalidade começaram a se reunir para não deixar o tempo apagar o que foi diversão na infância.

Cada encontro promovido reunia cerca de 30 atletas. Pronto, foi o suficiente para se formar a Fefumems (Federação de Futebol de Mesa de Mato Grosso do Sul). Com a criação da entidade, os desportistas seguem o calendário que conta com oito etapas da Liga Pantaneira, o Torneio Aberto, a Copa MS, e o Campeonato Sul-mato-grossense, que promete reunir os melhores da modalidade no final do ano.

Entre os melhores está Rodrigo Goulart. Universitário e gerente de logística, 35 anos, aprendeu aos seis anos de idade a jogar futebol de mesa. Gaúcho de Porto Alegre, Goulart cresceu com as regras da cidade natal.

Mas teve que se adaptar a modalidade dadinho, utilizada em Mato Grosso do Sul pela Fefumems. A bola do jogo tem formato de dadinho, com isso os botões ou jogadores também são feitos especialmente para cada tipo de bola.

“Eu nunca tinha jogado dadinho”, conta Goulart. Mas parece que o jogador de adaptou rapidamente a nova modalidade. O atleta lidera o ranking estadual.

Além do dadinho, existem as modalidades bola 12 toques, três toques e disco, que são disputadas em outras cidades do país e reconhecidas pela Confederação Brasileira de Futebol de Mesa.

Federação quer profissionalizar - Para manter as competições e profissionalizar a modalidade, a Fefumems negocia com os clubes de Campo Grande para que os atletas possam representá-los nas competições estaduais e também nos eventos nacionais.

O presidente da federação, Helder Rafael, confirmou o interesse de Operário, Comercial e o Círculo Militar em participar da modalidade. “Os clubes são donos da federação. As pessoas se identificam com os clubes, quem não gostaria de representar a camisa do Comercial e do Operário”, comenta Rafael. Cene e Novoperário são os próximos alvos da Fefumems.

Quem ainda não teve oportunidade e quer participar, os treinos acontecem no início de noite de todas as sextas-feiras no Círculo Militar de Campo Grande, localizado na av. Afonso Pena, 107, bairro Amambaí. A próxima competição promovida pela entidade será a Copa MS, com o sistema mata-mata. O campeão garante vaga no Campeonato Sul-mato-grossense.



BOA MOÇADA PARABENS PELA FEDERAÇÃO, VOU JOGAR COM AS CORES DO NOVOPERÁRIO, BLZA
 
aguinaldo lemes rodrigues em 22/06/2012 09:58:24
eu quero jogar... era viciado em botao.... vai que ganho um jogo ainda...
 
valmir coelho em 21/06/2012 04:53:48
fico feliz em saber que estao jogando futebol de botao na cidade, parabens a todos que se dedicam ao esporte, joguei muito na infancia e quero voltar a praticar. obrigado
 
José Paulo Medeiros em 21/06/2012 02:27:07
Bom dia pessoal.
Achei fantástico essa notícia, ja tinha alguma informação a respeito dessa turmma, atraves do professos Ary, e gostei de ver que a coisa vai bem encaminhada.
Sou fã desse esporte, afinal, vem da minha infância, mas a garotada de hoje não é muito ligada, por isso, achei muito legaql essa divulgação, parabenizo a todos voces, e pretendo comparecer no Circilo Militar.
Um abraço.
 
ROBERTO S. NABUCO de Souza. em 21/06/2012 02:12:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions