A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

17/12/2016 12:13

Andarilho do futebol, Carlos Rabello vem para ser “professor” no Operário

Paulo Nonato de Souza
Estudioso do futebol, o paulista Carlos Rabello vai comandar o time do Operário de Campo Grande em 2017 (Foto: Internet)Estudioso do futebol, o paulista Carlos Rabello vai comandar o time do Operário de Campo Grande em 2017 (Foto: Internet)

Um andarilho do futebol. Assim pode ser definido o perfil do treinador Carlos Rabello, anunciado esta semana pela diretoria do Operário Futebol Clube, de Campo Grande, para comandar o time na temporada de 2017.

Aos 51 anos, o paulista Carlos Rabello já trabalhou em equipes de quase todos os estados do Brasil, a maioria no interior de São Paulo, como o Ituano, Sertãozinho, União Barbarense, Taquaritinga, São Bento, Atlético Sorocaba, Mirassol D’Oeste, Guaratinguetá, Marília Atlético Clube e Bragantino, e em times de Sergipe, Acre, Piauí, Bahia, Alagoas e Maranhão, mas também traz no currículo o período em que foi auxiliar de Valderlei Luxemburgo no Palmeiras. Sua lista de trabalhos é tão grande que fica mais fácil saber por onde ele ainda não passou.

“Encarar o futebol como uma profissão, não como uma diversão”. É a frase preferida de Carlos Rabello, um estudioso do futebol, que leva a sério a missão de acompanhar e estudar o dia a dia do futebol nacional e internacional. No futebol, segundo ele, a palavra-chave é “comprometimento”, e é com esse pensamento que vai assumir o Operário de Campo Grande a partir do dia 3 de janeiro para devolver ao clube a gloria de um título estadual que não conquista há 20 anos.

Pelo que se sabe de Carlos Rabelo nos clubes onde trabalhou, ele tem o perfil certo de que o Operário de Campo Grande precisa. Tem fama de ser sincero, de falar o que pensa e que é um observador sempre atento às virtudes e defeitos dos jogadores para eventuais correções do tipo posicionamento em campo e como bater melhor na bola para o direcionamento desejado. Assim, por certo ele será não apenas o treinador, mas um professor, em sua verdadeira essência, em um time com muitos sonhos, mas que estará em construção.

Da escola de treinadores que não separa a preparação física dos treinos com bola, Carlos Rabello define futebol moderno como “futebol que faz gol e vence”.

“Antigamente as equipes jogavam no sistema 4-3-3 no qual os jogadores do meio não se marcavam, os jogadores eram lentos, e hoje o futebol mais rápido, houve a evolução da parte física, e o futebol está cada vez mais competitivo. Então para mim futebol moderno é isso, é aquele no qual a evolução vem se dando a partir de gols e vitórias”, comentou.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions