ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 27º

Esportes

Após 29 anos, atletas enfrentam o frio para participar do Rali de Bonito

A competição foi aberta, mas a partir de 2023 deverá valer pontos para o ranking brasileiro

Por Gabrielle Tavares | 15/05/2022 17:05
Águas do Rio Formoso ficaram turvas após temporal de sábado. (Foto: Divulgação/Fundesporte)
Águas do Rio Formoso ficaram turvas após temporal de sábado. (Foto: Divulgação/Fundesporte)

Com temperaturas de 17 ºC e forte correnteza do Rio Formoso após um temporal, o Rali de Bonito foi realizado na manhã deste domingo (15) depois de 29 anos de suspensão. Participaram 33 atletas, divididos entre 10 equipes de Mato Grosso do Sul e uma de Piracicaba (SP), que fizeram o percurso de 4 km, entre o Hotel-Fazenda Cachoeira e o Eco Park Porto da Ilha (antiga Ilha do Padre).

A prova com quatro cachoeiras foi aberta e não valeu pontos para o Campeonato Estadual. De acordo com a CBCa (Confederação Brasileira de Canoagem), o intuito do retorno foi anunciar que o rali está de volta no Estado.

A partir de 2023, a competição deverá valer pontos para o ranking brasileiro, afirmou o presidente da federação estadual Gustavo Figueiró, que também competiu.

Com início em 1989 e encerramento em 1993, o Rali de Bonito já foi uma das principais provas do Campeonato Brasileiro. A competição contribuiu para revelação de campeões brasileiros do Estado e deu visibilidade para o ecoturismo da região.

O canoísta José Siqueira Loureiro, 72 anos, é professor de educação física aposentado e disputou algumas etapas na década de 1990 e se sentiu realizado em voltar ao Rio Formoso.

“Reabriram o rali e estamos aproveitando o momento para o reencontro com esse lugar lindo, valeu a pena, é muita emoção”, comentou. “Nos primeiros ralis ainda não se falava em turismo aqui.”

O presidente da CBCa, Rafael Girotto, 32, também competiu e avaliou que a ausência da água transparente, em razão das chuvas, não tirou o brilho do evento. “O rio e esse lugar são lindos de qualquer jeito. Eu queria sentir essa emoção, é uma prova diferente, o rio estava cheio e exigiu muito”, citou.

O evento foi realizado pela prefeitura de Bonito, com apoio do Governo do Estado, por meio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de MS).

Nos siga no Google Notícias