A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/06/2011 14:08

Após corrida, pilotos da Stock Car criticam asfalto do autódromo da Capital

Ítalo Milhomem

O ex-Fórmula-1, Luciano Burti, vencedor da etapa da Stock Car realizada na manhã deste domingo (5), em Campo Grande reclamou das condições do asfalto da pista do autódromo da Capital.

“O traçado é legal, nós gostamos muito de vir para Campo Grande é um etapa importante da Stock Car aqui em Mato Grosso do Sul, mas o problema aqui é o asfalto. Tem uns problemas de segurança, mas não são super graves e sei que a prefeitura já vai providenciar essas mudanças pro ano que vem. Mas asfalto é o grande o problema porque ele vai se soltando e isso faz com que você perca aderência, quando você escapa do traçado ideal, a pista é muito suja e fica super escorregadia, e como o ele (asfalto) se solta, isso desgasta muitos os pneus, que acabam a prova totalmente acabados. E isso é uma dificuldade que não condiz com a Stock Car. E espero que façam uma reforma pro ano que vem, porque esta chegando ao ponto de não poder vir pra cá por conta da falta de qualidade do asfalto, o que seria uma grande perca para Stock Car e para Campo Grande”, afirmou Burti.

As reclamações de alguns pilotos já haviam ocorrido antes da realização da prova. O prefeito da Capital Nelsinho Trad afirmou que se solicitado irá realizar os reparos na pista.

Segundo piloto Marco Gomes, da Medley Full Team, que ficouna terceira colocação a pista tem muitas dificuldades, e que aumenta o nível de falta de segurança por conta do asfalto.

“É muito pó e poeira, parece que nós estamos correndo em um circuito de terra, mas tem que se acostumar, no Rio de Janeiro não tem poeira, mas tem areia. O principal é o asfalto que tem que ser recapeado, se isso não ocorrer apesar das muitas válvulas de escape, a segurança cai pela metade. Isso tem que ser melhorado ou então dificilmente categoria (Stock Car) volta para Campo Grande”, pontuou Gomes.

De acordo com Burti, alguns pontos ainda precisam modificados, um deles é a largada principal e o a parte de volta antes da curva que leva aos pit stops, onde somente há proteção de pneus separando as duas pistas.

“Ouvi dizer que organização do evento teve uma reunião com a prefeitura parece que eles vão apresentar algumas mudanças para o ano que vem, como colocação de muro de proteção, que é muito importante. Percebi que a prefeitura tem tido uma iniciativa de fazer o que é preciso, mas isso precisa ser feito. Vai que acontece alguma coisa, o carro estoura o pneu e um carro a 200 km/hora cruza a pista e atinge outro carro de frente, não é impossível isso acontecer” comentou o piloto.



De certo o Renato Xavier quér que "os baderneiros" façam isso na rua né? autódromo é lugar de que? campograndensse só vai ao autódromo pra ver stock car e fórmula truck...
 
Luis Carlos Mellendes em 06/06/2011 08:22:33
Fala Pro luciano Burti, que asfalto ruim é da nossas ruas. que basta dar uma garoa que desmancha,
 
everton souza em 05/06/2011 07:46:09
Em materia de asfalto a nossa cidade é mal servida,pelo visto o asfalto usado no autódromo é o mesmo usado na operação tapa buracos,depois de alguns dias viram farinha,para a empreiteira é o melhor asfalto do mundo.
 
nilson franco de oliveira em 05/06/2011 06:18:51
Se os pilotos estão dizendo q a pista é ruim e é a pior do Brasil, como disseram na Sportv, como q o prefeito quer dizer q não é. Isso q da alugar o autodromo para os baderneiros fazerem manobras na pista e arrancarem tudo o asfaldo rodando seus opalas e chevetes lá dentro. É só terra mesma na area de scap, tem q dar um jeito nisso, senaum daqui uns dias só havera eventos regionais de arrancada nesse autodromo. a prefeitura só lembra q o autodromo existe, 1 semana antes das competições. Isso é vergonha!!!
 
Renato Xavi em 05/06/2011 03:29:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions