A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

08/07/2014 17:51

Brasil é humilhado pela Alemanha e dá o maior vexame da história

Helton Verão
Brasil é humilhado pela Alemanha e dá o maior vexame da história
Nem mesmo David Luiz conseguiu salvar a seleção na semifinal de hoje (Foto: Getty Images / Fifa)Nem mesmo David Luiz conseguiu salvar a seleção na semifinal de hoje (Foto: Getty Images / Fifa)
Alemães festejam a maior derrota do Brasil na história  (Foto: Getty Images / Fifa)Alemães festejam a maior derrota do Brasil na história (Foto: Getty Images / Fifa)
 (Foto: Getty Images / Fifa) (Foto: Getty Images / Fifa)
 (Foto: Getty Images / Fifa) (Foto: Getty Images / Fifa)
 (Foto: Getty Images / Fifa) (Foto: Getty Images / Fifa)

O sonho do hexacampeonato no Brasil acabou. A seleção brasileira foi humilhada por 7 a 1 na tarde desta terça-feira (8), no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Irreconhecível, a seleção brasileira terminou o primeiro tempo sendo goleada por 5 a 0. Destaque para o coletivo alemão, mas principalmente para Toni Kroos e Schurrle, que marcaram dois. Klose marcou o seu também e se isolou como maior artilheiro das Copas.

Esta foi a pior derrota da seleção brasileira na história. Em jogos oficiais, a maior goleada sofrida foi um 6 a 0 contra o Uruguai em 1920. Em Copas aconteceu em 1998, na final da Copa do Mundo, a seleção brasileira perdeu para a França por 3 a 0. Na ocasião, Ronaldo passou mal antes da partida e mesmo assim jogou. Os gols foram marcados por Zidane (2) e Petit.

A seleção volta a campo agora no sábado, para a disputa do terceiro lugar, contra Argentina ou Holanda, que jogam amanhã. A partida de sábado acontece às 16 horas, no Mané Garrincha, em Brasília,

O jogo - O jogo começou com indício de que os brasileiros iriam jogar por Neymar e partir para cima dos alemães. Os primeiros movimentos foram brasileiros, com Marcelo arriscando de longe, mas para fora.

E foi só. Porque aos nove, o mesmo Marcelo tentou jogada de efeito no ataque, perdeu a bola e ofereceu o contra ataque alemão, que acabou com um escanteio. Na cobrança, todos brasileiros marcaram a bola e Thomas Müller finalizou sozinho, 1 a 0.

E então começaram os 10 minutos mais traumatizantes dos brasileiros. Aos 22, Kroos dá lindo passe para Klose na área. O atacante bate, Julio César defende, e o camisa 11 completa para o gol no rebote. É o 16º dele em Copas do Mundo, o maior artilheiro de todos os tempos.

Dois minutos depois, Lahm sobe pela direita e cruza. A bola passa por todo mundo e Kroos acerta um chute forte no canto direito de Julio César.

Um minuto depois, Fernandinho perde a bola na intermediária, Khedira toca para Kroos na área e o volante, livre, completa para o gol. Goleada alemã.

Aos 28 minutos, Khedira rouba a bola no meio, tabela com Özil e manda no canto direito de Julio César.

Quase o sexto aos 30. Lahm toca na entrada da área, Kroos chega finalizando, a bola desvia em Dante e quase trai Julio César. Com este lance terminou o primeiro tempo do pesadelo da seleção.

Neste instante os torcedores começaram a deixar o estádio.

Pois, após este lance apenas os brasileiros cercando para não tomarem mais gols e tentando atacar sem eficiência alguma.

No segundo tempo, Felipão mexeu no time, tirando Fernandinho e Hulk e colocando Paulinho e Ramires. E, ou o time melhorou ou a Alemanha se conteve mais. Tanto que o Brasil foi mais ao ataque. Aos 5 minutos, a primeira chance do Brasil vem com Ramires, que invade a área pela direita e cruza rasteiro. Neuer cortou.

Aos 6, Ramires toca para Oscar, que chega batendo e exige boa defesa de Neuer. Fred não alcança no rebote.

No minuto seguinte, aos 7, Paulinho recebe livre na esquerda e chuta duas vezes, com força. Neuer faz defesas incríveis.

Aos 12, Schurrle entrou em campo. Aos 15, Muller arrisca lindo chute de fora da área e Julio Cesar faz ótima defesa.

Aos 23 o sexto gol, Em mais uma falha de marcação brasileira, Lahm cruza rasteiro e Schurrle, totalmente livre, bate rasteiro.

O princípio de coragem da seleção morreu após o gol, aos 33, saiu o sétimo gol. Ele de novo, Schurrle recebe cruzamento da esquerda, domina e bate cruzado. Um golaço!

Perto do fim torcedores que restaram no estádio gritaram olé para os alemães.

Aos 44 o gol de honra. Oscar recebe lançamento longo, limpa Boateng e bate forte. Gol de honra.

Final Alemanha 7 a 1 contra o Brasil.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions