A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

26/12/2016 14:48

Com dois times de MS, Copa Verde deverá repetir fórmula sustentável em 2017

Paulo Nonato de Souza
Máquina de troca de ingresso por material reciclável na Copa Verde (Foto: Site da CBF)Máquina de troca de ingresso por material reciclável na Copa Verde (Foto: Site da CBF)

A Copa Verde de 2017 deverá ter a mesma formula sustentável de 2016. Com o objetivo de estimular a conscientização dos torcedores em torno dos problemas ambientais, a edição deste ano teve várias ações inovadoras, como a troca de garrafas PET e latas de alumínio por ingressos, a compensação de todo o CO2 emitido durante o torneio, além de concurso de redação em escolas públicas sobre ecologia, e foi considerada um sucesso pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Em alguns estados a fórmula batizada de “carbono zero” apresentou resultados expressivos, segundo a CBF. A entidade não divulgou números referentes a participação de Mato Grosso do Sul, que teve o Esporte Clube Comercial, de Campo Grande, como representante, mas cita que no Acre a torcida do Rio Branco esgotou os ingressos disponíveis para o jogo com o Payssandu.

Este ano, em Campo Grande, as maquinas Retorna Machine para a troca de ingresso por material reciclável foram instaladas no Estádio Toca do Leão, no bairro Jardim Los Angeles, e na loja Fort Atacadista, no Shopping Norte-Sul Plaza.

Pelo sistema adotado em 2016, diz nota divulgada no site da CBF, a máquina permite o resgate dos ingressos de forma simples e rápida, e o usuário precisa apenas inserir os resíduos, que podem ser garrafas PET ou latas de alumínio, e clicar no botão “Copa Verde”.

A própria máquina irá gerar e imprimir um voucher com código de barras, que deverá ser trocado pelas entradas para o estádio, e os resíduos recolhidos pela Retorna Machine irão para cooperativas locais, o que garante um destino final adequado. Para cada jogo foram disponibilizados três mil ingressos, sendo que cada usuário pode resgatar até quatro.

Em 2017, o Operário Futebol Clube, de Campo Grande, e o Sete de Setembro, de Dourados, serão os representantes sul-mato-grossenses na quarta edição da Copa Verde.

Copa Verde de 2017 vale vaga nas oitavas da Copa do Brasil de 2018
A Copa Verde de 2017, que terá o Operário Futebol Clube, de Campo Grande, e o Sete de Setembro, de Dourados, como representantes de Mato Grosso do Su...
MS terá dois times na Copa Verde; confrontos foram divulgados
A CBF (Confederação Brasileira de Futebol), confirmou que Mato Grosso do Sul terá dois times representantes na Copa Verde. Com isso, além do Operário...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions