ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 21º

Esportes

Com dois times de MS, Copa Verde deverá repetir fórmula sustentável em 2017

Por Paulo Nonato de Souza | 26/12/2016 14:48
Máquina de troca de ingresso por material reciclável na Copa Verde (Foto: Site da CBF)
Máquina de troca de ingresso por material reciclável na Copa Verde (Foto: Site da CBF)

A Copa Verde de 2017 deverá ter a mesma formula sustentável de 2016. Com o objetivo de estimular a conscientização dos torcedores em torno dos problemas ambientais, a edição deste ano teve várias ações inovadoras, como a troca de garrafas PET e latas de alumínio por ingressos, a compensação de todo o CO2 emitido durante o torneio, além de concurso de redação em escolas públicas sobre ecologia, e foi considerada um sucesso pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Em alguns estados a fórmula batizada de “carbono zero” apresentou resultados expressivos, segundo a CBF. A entidade não divulgou números referentes a participação de Mato Grosso do Sul, que teve o Esporte Clube Comercial, de Campo Grande, como representante, mas cita que no Acre a torcida do Rio Branco esgotou os ingressos disponíveis para o jogo com o Payssandu.

Este ano, em Campo Grande, as maquinas Retorna Machine para a troca de ingresso por material reciclável foram instaladas no Estádio Toca do Leão, no bairro Jardim Los Angeles, e na loja Fort Atacadista, no Shopping Norte-Sul Plaza.

Pelo sistema adotado em 2016, diz nota divulgada no site da CBF, a máquina permite o resgate dos ingressos de forma simples e rápida, e o usuário precisa apenas inserir os resíduos, que podem ser garrafas PET ou latas de alumínio, e clicar no botão “Copa Verde”.

A própria máquina irá gerar e imprimir um voucher com código de barras, que deverá ser trocado pelas entradas para o estádio, e os resíduos recolhidos pela Retorna Machine irão para cooperativas locais, o que garante um destino final adequado. Para cada jogo foram disponibilizados três mil ingressos, sendo que cada usuário pode resgatar até quatro.

Em 2017, o Operário Futebol Clube, de Campo Grande, e o Sete de Setembro, de Dourados, serão os representantes sul-mato-grossenses na quarta edição da Copa Verde.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário