A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/09/2016 21:57

Com emoção e vaias para Temer, Jogos Paralímpicos são abertos no Rio

Nyelder Rodrigues
A organização da cerimônia de abertura usou muitos recursos de projeção de luz para simular cenários e interagir com os figurantes (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)A organização da cerimônia de abertura usou muitos recursos de projeção de luz para simular cenários e interagir com os figurantes (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

Foi realizada na noite desta quarta-feira (7) a cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, que reúne os principais paratletas do mundo e a maior delegação brasileira da história. O evento foi marcado por momentos emocionantes e também por vaias ao presidente Michel Temer (PMDB).

Nos quilômetros finais, o revezamento da tocha com a chama paralímpica, que difere da chama olímpica, emocionou os participantes a cada passo mais próximos do estádio Maracanã, onde ela foi acesa. Um dos pontos altos do evento foi quando um atleta cadeirante desceu uma megarrampa.

Cenas sobre a beleza cotidiana do Rio de Janeiro também foram retratadas no evento, que aproveitou o feriado da Independência do Brasil para chamar o público. Um quebra-cabeças em formato de coração foi montado em uma das apresentações realizadas no local.

Alguns dos maiores nomes do esporte paralímpico nacional estiveram presentes na cerimônia, como o nadador brasileiro Daniel Dias, que surgiu em um vídeo, atravessando uma piscina projetada no centro do estádio. No entanto, a maior honraria coube a outro nadador. Clodoaldo Silva foi o responsável por acender a pira.

O juramento dos atletas foi feito pelo também nadador Felipe Rodrigues. Junto dele, estava Amaury Veríssimo, treinador da equipe brasileira de atletismo, e a árbitra de bocha, a brasileira Raquel Daffre de Arroxellas. Além de árbitra, ela é mestre em distúrbios do desenvolvimento.

Acendimento da pira e vaias - Escolhido para acender a pira, Clodoaldo Silva - que faz sua última Paralimpíada - coleciona 13 treze medalhas em quatro edições dos Jogos. Ele recebeu a chama de Ádria Santos, velocista recém-aposentada e atualmente subprefeita da Vila Paralímpica da Rio 2016.

Com a tocha em mãos, o nadador aproximou-se da escadaria que dava acesso à pira e olhou para o público, como se perguntasse como subiria com sua cadeira de rodas. Então, a escadaria se abriu e transformou-se em uma rampa e Clodoaldo pode chegar à pira, igual à usada nos Jogos Olímpicos.

Já nos discursos oficiais, Michel Temer foi chamado para declarar a abertura dos jogos e foi alvo de vaias logo que apareceu no telão. Sua fala, de menos de cinco segundos, foi abafada pelas manifestações contrárias ao presidente.

Além disso, o presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, teve que paralisar o discurso quando agradeceu o apoio dado pelos governos municipal, estadual e federal aos Jogos, devido ao volume de vaias no Maracanã.

*com informações da Agência Brasil



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions