A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

24/06/2011 13:09

Com “mala branca”, Comercial viaja em busca de cinco gols contra o Aquidauanense

Ítalo Milhomem

Após a goleada em casa por 4 a 0, o Esporte Clube Comercial precisa vencer por cinco gols de diferença o Aquidauanense para chegar novamente a final do estadual.

O Colorado campo-grandense viaja às 14 horas desta sexta-feira (24), para Aquidauana, onde jogará a segunda partida da semi-final contra o time da cidade, neste sábado (25), às 15 horas, no estádio Noroeste.

Na bagagem, uma “mala branca” para os jogadores caso voltem com a “missão impossível” concluída, a busca da vaga na final do Estadual 2011. A vitória classificará um dos dois clubes para Copa do Brasil, competição importante para arrecadação dos clubes.

Conforme apurou a reportagem do Campo Grande News, o “bicho” será pago por um torcedor, que prometeu dividir entre os jogadores, R$ 50 mil, caso eles ganhem a partida por cinco gols de diferença.

Segundo o presidente do Comercial, Carlos Alberto Assis, ontem (23) houve uma conversa com os jogadores, que foi considerada “a melhor possível”.

“Vamos para ganhar o jogo. Temos que lembrar que em 2009 estávamos em uma situação pior, e Deus mostrou que é comercialino. Vamos sair desta situação desconfortável. Contra tudo e contra todos”, afirmou Assis.

Na situação lembrada pelo presidente colorado, o Comercial se encontrava a beira do rebaixamento para série B e precisa vencer o mesmo Aquidauanense por goleada e ainda dependia de outros resultados no campeonato.

Dito e feito, o Comercial venceu por 6 a 0 o time de Aquidauana, mas em casa, no Morenão e o Pantanal venceu o Maracaju por 2 a 1, adiando indeterminadamente, o rebaixamento do time da Capital. Com isso, no ano seguinte o Comercial chegou ao título estadual.

“Todos os jogadores puxaram a responsabilidade para si. Eles não sabem o que aconteceu, foi uma coisa atípica, e podemos reverter, é possível”, acredita Assis.

Sobre a dispensa do jogador Rodrigo Goiano, que ao final do último jogo disse que seria impossível reverter o placar, o presidente do clube contou que ele realmente não está mais no grupo.

“Não admito jogador que não acredita no time, tem quem acreditar, querer a superação. Sem tesão, não há solução”, desabafou Assis.

Viagem - Carlos Alberto reclamou da hospedagem no hotel em Aquidauana, que segundo ele, seria ruim, pois não tinha nem frigobar para os jogadores. Assis ainda comentou que pediu a FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) e para diretoria do Aquidauanense para que a segurança seja reforçada, principalmente atrás do banco de reservas do time e avisou que se tiver algum torcedor jogando pedras, como aconteceu no último jogo no estádio Noroeste e os jogadores não entraram em campo.

A outra partida da semifinal será disputada em Campo Grande entre Cene e Naviraiense, ás 15 horas, no estádio Olho do Furacão, no bairro Los Angeles na Capital. A primeira partida terminou empatada em 0 a 0. O Cene joga pelo empate o time da Naviraí depende da vitória simples para ir à final.



É isso aí meu colorado. Mostra o teu valor. O placar no Morenão foi um desastre desse que levam 20 anos para repetir. Vamos apoiar torcida colorada.
 
Ari Vargas Leal em 25/06/2011 06:11:58
Quero so dizer que como torsedora,e mãe de jogador,acredito que,
estes meninos possa reverter esta cituação,desejo a todos eles Deus ilumine os passos
destes meninos,e que o nosso colorado venha com a vitoria de aquidauna.
 
Rosilda oliveira dos santos em 24/06/2011 07:38:03
Perder para o Vasco de 6 até dou um desconto, mas levar de 4 do Aquidauanense em pleno Morenão foi demais. Podem levar malas de várias cores que não vai adiantar, até porque esse time do Comercial nunca me enganou, é fraco e já foi longe demais passando para as semi finais.
 
Guilherme Fonseca em 24/06/2011 05:43:21
Quem sabe sabe o que aconteceu naquele ano, time reserva, mala preta essas coisas.
 
Elvis Delgado em 24/06/2011 05:41:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions