ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 24º

Esportes

Com obras empacadas, Morenão deve ficar pronto apenas no fim de 2024

Até o momento, foram realizadas apenas reformas nos banheiros e vestiários

Por Alison Silva | 08/12/2023 17:42
Estádio Morenão segue fechado para obras (Foto: Alex Machado)
Estádio Morenão segue fechado para obras (Foto: Alex Machado)

Com obras empacadas, a reabertura do Estádio Morenão deve ficar apenas para o fim do próximo ano. De acordo com a Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura), responsável pelas obras, as intervenções foram divididas em duas fases, em que, até o momento, foi executada a reforma dos banheiros e vestiários.

A Fundação disse que em novembro último, o Governo do Estado autorizou a contratação do projeto estrutural e orçamentos para dar sequência às obras. “A previsão é que o término das últimas fases ocorra até o final de 2024, no entanto, tratando-se de um aparelho público muito antigo, podem surgir demandas de intervenção que mudem este cronograma”. Os ajustes contam com R$ 9,4 milhões, repasse da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul) e o fim da obra foi prorrogado algumas vezes.

O estádio ficaria parcialmente pronto em dezembro do ano passado, e posteriormente em maio deste ano, período em que a Fapec disse executar somente R$ 800 mil dos R$ 9,4 milhões, cerca de 8% da obra toda. Sem avanço, os três times da Capital - Operário, Náutico e Portuguesa - devem mandar seus jogos do Estadual de 2024 no Estádio Jacques da Luz, nas Moreninhas. A competição começa no dia 21 de janeiro.

O último jogo no estádio ocorreu no dia 17 de abril de 2022, quando o Operário venceu o Dourados por 1 a 0 pela penúltima rodada do hexagonal final. O Galo terminou a disputa com o título.

Presidente do Operário, Nelson Antônio da Silva, disse que as obras já executadas não contemplam os jogadores. Segundo ele, os banheiros - já concluídos -, não servem para jogadores de futebol. “Se você entrar no vestiário, vai ver que aquilo é para outra atividade, e não futebol. Jogador vai pisar de chuteira lá e vai cair, isso acontece porque não chamaram os clubes para discutir”, falou.

Questionado sobre o uso do estádio, ele disse que não usar o Morenão é ruim para o desporto profissional do Estado. “É lamentável não disputar pelo menos uma partida do Morenão, perdemos as esperanças de contar com o estádio. Que o governo do Estado possa se sensibilizar e buscar a construção de um estádio com capacidade entre 13 e 15 mil pessoas  para desenvolver o futebol aqui”, disse.

Sobre o uso do estádio das Moreninhas, disse que a nível de futebol profissional, o estádio não serve, sobretudo porque contempla jogos amadores e vários eventos esportivos. “Atende nossas necessidades, mas não é adequado para o profissional. Nosso alento é que o governo erga outra praça em Campo Grande e passe isso para a administração dos clubes, quase R$ 10 milhões de repasse em uma obra que poderia ser executada em oito ou dez meses”, finalizou.

Estado atual do gramado do estádio Morenão (Foto: Alex Machado)
Estado atual do gramado do estádio Morenão (Foto: Alex Machado)

Presidente do Náutico, clube que subiu da Série B recentemente, Julio Cezar Nunes Ramos disse que o planejamento do clube já não continha o Morenão na ‘planilha’.

"Não contamos com o Morenão por tudo que já vimos, bem difícil para 2024 e inclusive 2025, entendemos que nossa casa é as Moreninhas”. Assim como o presidente do Operário, ele disse que o local abarca jogos de “todo mundo”. “A gente sabe que o gramado não é dos melhores, jogos dos servidores, evento de prefeitura, governo, futebol amador, enquanto no interior os clubes do Estadual não utilizam o estádio com tanta frequência."

Diretor-presidente da Fundesporte, Herculano Borges disse ao Campo Grande News que a pasta acompanha as obras e que espera celeridade da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) com os prazos. “Cobramos celeridade e cumprimento dos prazos. Nos repassaram que as obras foram divididas em duas fases e que seguem”.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
Nos siga no Google Notícias