A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Julho de 2018

05/03/2017 17:50

Com R$ 1,7 mil em prêmios, torneio de sinuca reúne 40 participantes em bar

Anahi Zurutuza e Marcus Moura
Plateia não perde uma jogada no mata-mata (Foto: Marcos Ermínio)Plateia não perde uma jogada no mata-mata (Foto: Marcos Ermínio)
Lucio Correia Montelo, de 53 anos, é um dos competidores (Foto: Marcos Ermínio)Lucio Correia Montelo, de 53 anos, é um dos competidores (Foto: Marcos Ermínio)

O 3ª Torneio de Sinuca do Bar do Paraná e Parceiros, no bairro Tiradentes – na região leste de Campo Grande –, reuniu 40 participantes, amigos deles e curiosos. O campeonato começou às 16h e deve se estender, prevêem os organizadores, pelo menos até a meia noite.

Os 40 inscritos desembolsaram R$ 40 para participar e as disputas são no mata-mata – quem perde, é eliminado – sempre de um competidor contra outro. Cada participante tem direito a voltar uma vez para a disputa, se desembolsar R$ 20 pela segunda tentativa.

O primeiro lugar, ou seja, o que for melhor que os outros 39 jogadores, leva R$ 1 mil, o segundo R$ 400, o terceiro R$ 200 e o quarto R$ 100. “Este torneio surgiu entre amigos, pessoas que gostam de jogar uma sinuquinha no fim de semana, mas hoje pessoas de várias regiões da cidade estão participando”, conta um dos organizadores, Dirlei Camargo, 26 anos.

É o caso do empresário Robson Matias, 41 anos, que saiu do Nova Lima – norte de Campo Grande – para participar da competição. Ele conta que joga sinuca “desde moleque”. “Jogo há 30 anos, mas mesmo assim não jogo bem não”, riu. Ele conta que participa de campeonatos porque gosta de assistir as partidas com os participantes mais habilidosos, bem disputadas.

O comerciante Lucio Correia Montelo, de 53 anos, é o atual campeão estadual de sinuca e também entrou na disputa. “Gosto jogar pelo desafio, gosto de traçar estratégias, estudar a jogada”.

O Bar do Paraná fica na rua Panambi e é conhecido na região do Tiradentes pelos “sinuqueiros”. Aberto há 35 anos, está há 11 sob o comando da família de Diego Padilha, 24 anos. “Nós abrimos às 8h e fechamos às 22h e sempre tem gente por aqui e a sinuca é um atrativo”, conta.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions