ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 

Esportes

Copa do Mundo abre reta final amanhã e campeão será conhecido no domingo

O afunilamento do Mundial será uma festa europeia só com belgas, franceses, croatas e ingleses

Por De Moscou, Paulo Nonato de Souza | 09/07/2018 04:10
O atacante De Bruyne no lance do segundo gol da Bélgica diante do Brasil no confronto das quartas de final da Copa do Mundo
O atacante De Bruyne no lance do segundo gol da Bélgica diante do Brasil no confronto das quartas de final da Copa do Mundo

Com Croácia, Bélgica, França e Inglaterra na disputa pelo título da Copa do Mundo de 2018, o torcedor conhecerá o campeão já no próximo domingo, dia 15, com a grande final às 11 horas (no horário de Mato Grosso do Sul), no Estádio Luzhniki, em Moscou.

Antes, as quatro seleções passarão pela disputa da fase semifinal com o primeiro duelo nesta terça-feira entre França e Bélgica, e o segundo, Croácia e Inglaterra, na quarta-feira. Quem vencer fará a final no domingo e aos perdedores restará a disputa do terceiro lugar no sábado, às 10h (MS). Confira os confrontos das semifinais:

França x Bélgica – Será nesta terça-feira, às 14h (MS), no Estádio Krestovsky. Franceses e belgas são os únicos remanescentes entre as seleções que eram consideradas favoritas ao título antes da bola rolar na Copa do Mundo. A França se classificou na primeira fase como líder do Grupo C e depois eliminou a Argentina e o Uruguai com atuações e vitórias convincentes, enquanto a Bélgica
saiu da primeira fase com 100% de aproveitamento e na sequência eliminou Japão e Brasil.

Croácia x Inglaterra – O confronto na quarta-feira será no Estádio Lujnik, em Moscou, às 14h (MS). Os croatas venceram os três jogos na fase de grupos e no mata-mata não teveram o mesmo desempenho, tendo que se valer dos pênaltis nas oitavas diante da Dinamarca e nas quartas de final frente aos donos da casa, a Rússia, para chegar na semifinal.

A Inglaterra trouxe sua nova geração de jogadores para o Mundial e está cumprindo o seu papel. Não chegava à semifinais de uma Copa do Mundo há 28 anos e está há 52 anos do seu único título da competição, conquistado na edição da Copa que realizou em 1966.