ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, TERÇA  18    CAMPO GRANDE 21º

Esportes

Corrida em Piraputangas revela refúgios da morraria do Urucum

Sílvio Andrade, do site Lugares | 12/07/2017 08:18
Piraputangas fica entre a BR-262 e a Morraria de Urucum, no Pantanal de Corumbá.
Piraputangas fica entre a BR-262 e a Morraria de Urucum, no Pantanal de Corumbá.

A prefeitura de Corumbá promove no próximo dia 23 (domingo) a primeira corrida de aventura no Parque Municipal de Piraputangas, situado a 30 km a leste da cidade.

Mais do que obstáculos em um terreno acidentado e predegoso, o desafio de 10 km proporciona o contato direto com a natureza no entorno da morraria que guarda uma das maiores reservas minerais do Brasil. O local foi um grande latifúndio instalado após a Guerra do Paraguai.

O local guarda os últimos refúgios de fauna e flora de uma região antropizada devido a extração de minério e ocupações irregulares ao longo de décadas. Estudos apontam que o parque abriga 94 espécies entre flora e fauna, com destaque para 39 plantas, 25 mamíferos e 13 répteis, numa área de aproximadamente 1.300 hectares.

Alguns córregos secaram por alterações ambientais causadas pelas empresas mineradoras, denunciadas e condenadas pela Justiça. Mas em 2003 o parque foi criado e de lá para cá se busca preservá-lo. Vários córregos de água cristalina (ainda) correm em direção ao Paraguai. Águas estas que compõe o Aquífero Guarani e abastecem balneários e pequenas propriedades rurais.

Trilha de bike

Por ali também cruza a antiga Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, com uma estação no distrito de Maria Coelho, por onde a Vale, principal mineradora a explorar o ferro e o manganês de Urucum, transporta a matéria-prima para o porto de Porto Esperança, de onde segue pela Hidrovia do Rio Paraguai para mercados latinos, europeus e asiáticos.

A corrida será uma experiência única e vem atraindo competidores de todo o Estado. No mês passado, a prefeitura de Corumbá promoveu a primeira trilha de mountain bike, com o mesmo percurso, dentro de um planejamento que visa preparar o parque para visitação pública.

O local já conta com uma sede, mas os passeios exigem guias e segurança, pois ao entrar naquele paraíso você perde o contato por telefone.

A Fundação de Meio Ambiente de Corumbá prepara a reestruturação do parque para desenvolver projetos de educação ambiental e visitação da população corumbaense, a qual desconhece esse lugar maravilhoso, e também de turistas. Com o prédio da sede, inaugurado no ano passado, será possível organizar trilhas e práticas esportivas e ainda pesquisas científicas.

Vale apoia

O espaço conta com laboratório para armazenagem e manipulação de amostras e dormitório para pesquisadores, além de um receptivo, uma sala multiuso, dois sanitários. uma suíte para o guarda-parque, depósito, copa cozinha, um quarto coletivo e uma área de serviço.

A Vale, até como estratégia para melhorar sua imagem na região, está disposta a apoiar os projetos ambientais. "Prefiro que sejamos vistos aqui como bons vizinhos. Já passou da hora de acharmos que meio ambiente e mineração são coisas distintas, pois não são", afirma o gerente de Operações da Vale em Mato Grosso do Sul, Olemar Tibães.

A inscrição para a Corrida de Aventura é gratuita. Mais informações pelo telefone 3907.5342. www.lugares.eco.br

Nos siga no Google Notícias