A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Novembro de 2018

06/04/2016 22:54

Corumbaense faz 3 a 1 sobre o Costa Rica nas quartas de final do Estadual

Nyelder Rodrigues

O Corumbaense não perdoou e bateu o Costa Rica fora de casa, por 3 a 1, em duelo disputado esta noite no estádio Laertão, em Costa Rica - cidade localizada a 305 km de Campo Grande - e válido pela ida das quartas de final do Estadual 2016. Com o resultado, o time de Corumbá abre ampla vantagem para o jogo de volta e torna muito difícil o caminho do adversário rumo à semifinal.

Quem saiu na frente no placar foi o Corumbaense, aos 10 minutos de bola rolando. Keverson avançou pela direita e cruzou para a área. A bola passou por toda defesa, chegando até Rafael Augusto, que entrou rápido para, livre, escorar para o gol.

Porém quatro minutos mais tarde, o Costa Rica empatou. Após grande disputa pela bola na grande área, o rebote ficou na ponta esquerda. A bola foi alçada na pequena área, onde o centro-avante Thales subiu para cabecear a balançar a rede.

Ainda no primeiro tempo, aos 21 minutos, uma confusão entre os jogadores terminou com a expulsão de dois deles, Edilson (Costa Rica) e Adaílton (Corumbaense). Curiosamente, os dois atletas vestiram a camisa 10, o que fez com que os times não precisassem fazer grandes mudanças.

Já na etapa complementar, o Costa Rica, contando com apoio da torcida, levou perigo várias vezes, trabalhando as jogadas pelo chão. Porém, em todas elas o time parou no goleiro Diego. E como diz o ditado "quem não faz, leva", quem voltou à frente no placar foi o Corumbaense.

Aos 27 minutos, o Tuia arrancou com a bola no ataque e deixou a defesa para trás. Ele, friamente, bateu na saída do goleiro Dida, fazendo 2 a 1. Daí em diante, o técnico Ney César recuou seu time. Diego, mais uma vez, trabalhou bastante e salvou o time em pelo menos duas oportunidades. Porém, ainda houve tempo para Jhonatan aproveitar falha da defesa e marcar, com a meta sem goleiro, aos 49 minutos.

Com o resultado, o Corumbaense pode até perder por dois gols de diferença no jogo de volta, em Corumbá, no estádio Arthur Marinho, no sábado (9), que se classifica para a semifinal do Estadual. Ao Costa Rica só a vitória por três ou mais gols interessa, já que a vantagem do resultado igual no confronto agregado é do adversário, que ficou em 2º no Grupo B, enquanto o Costa Rica foi o 3º do Grupo A.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions