A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

06/12/2010 12:59

Costa Rica pode abrir caminho na Série A ao Operário

Marcio Rodrigues Breda

Possível desistência do Costa Rica pode ser chance do Galo voltar a disputar Série A do Estadual

Possível desistência do Costa Rica deixa operarianos em alerta Possível desistência do Costa Rica deixa operarianos em alerta

Indefinições quanto ao futuro do Costa Rica (Crec), que ainda não sabe se participará do Estadual de Futebol da Série A, deixam em dúvida também dirigentes e torcedores do Operário. Terceiro colocado na Série B deste ano, o Galo pode – pelo menos na teoria - garantir o acesso caso o time do interior oficialize sua desistência.

Em outubro deste ano a prefeitura de Costa Rica chegou a anunciar oficialmente que o Crac não receberia apoio financeiro para o Estadual de Futebol de 2011, inviabilizando o projeto de participação na competição. A notícia não foi bem recebida pelos torcedores e apesar de desmentidos e notas de esclarecimento nas rádios, a dúvida ainda persiste na cidade.

O assessor de Esportes de Costa Rica e vice-presidente do time, Cesar Mignolli, admite que ainda há dúvidas sobre a participação da equipe no Campeonato Estadual. “A única certeza é que eu não vou tocar o time. Mas pode ser que outro grupo assuma e entre em acordo com a prefeitura. Temos de esperar. Mesmo assim, a participação do time no campeonato não está descartada”, garantiu.

“Mesmo que o Costa Rica desista do Estadual de 2011, nada garante que a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul permita o acesso ao melhor colocado da Série B”, analisa o presidente do Operário, Tony Vieira.

Segundo o dirigente do Galo, ao longo dos anos times que não haviam disputado a Série B chegaram a substituir equipes desistentes na Divisão Principal. “O certo, o que está no papel, é que em caso de desistência o Operário conquiste a vaga. Isto está no estatuto da FFMS. Porém essa é uma decisão deles (dirigentes da FFMS) e em diversas ocasiões não aconteceu”, analisa o presidente do Operário, Tony Vieira.

Vieira também acredita que é necessário aguardar primeiro as decisões da diretoria do Crac antes de criar expectativas. “Antes de tudo é necessário ter certeza de que o Costa Rica irá desistir. E na minha opinião pessoal acho isso muito difícil”, opina.

O Costa Rica ficou em 5º lugar no grupo B do Estadual 2010 e ficou a 2 pontos de se classificar para a segunda fase da competição. Foram 16 jogos disputados, com sete vitórias, quatro empates e cinco derrotas.

Já o Galo começou arrasador na primeira fase da Série B. Foram oito vitórias em oito jogos, 24 gols marcados e apenas 2 sofridos. Na segunda fase, porém o Operário diminuiu o ritmo e ficou atrás de Ponta Porã e Maracaju na classificação final. Em seis jogos, três vitórias e três derrotas.



EM 1998,JOGUEI POR ESSE CLUBE NA COPA DO BRASIL,CONTRA O FLAMENGO EM CAMPO GRANDE (0X0),NO RIO DE JANEIRO PERDEMOS DE 4X0,O MEU DESABAFO FOI NÂO TER RECEBIDO UM TOSTÂO,POIS TINHA DINHEIRO DA TELEVISÂO E A RENDA FOI ESPETACULAR,JOGUEI COM A CAMISA 08 NESSE JOGO,INFELIZMENTE AS PESSOAS QUE DIRIGIAM O PROFISSIONALISMO NAO ERAM SERIAS.PRINCIPALMENTE DA FEDERAÇÂO,AINDA FORAM NO VESTIÁRIO DARNOS OS PARABÉNS PELO EMPATE.ATT:MARCIO SANTOS.
 
MARCIO DO CARMO DOS SANTOS em 06/12/2010 08:50:58
O galo caiu de produção na segunda fase porque o Sr. Tony Vieira, que se acha dono do Operário não pagou os salários atrasados dos jogadores. Até hoje esses atletas nada receberam!!!. Ademais, o Operário Futebol Clube agora tem dono e se chama Celso Zottino em uma ação ganha na justiça do trabalho, na qual a logomarca do galo foi adjudicada pelo ex-zagueiro. Assim, o Operário Futebol Clube acabou. Pela incompetência de sucessivas diretorias desde o final da década de 80.
 
Edivaldo Moraes em 06/12/2010 05:06:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions