ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 22º

Esportes

Em busca da vaga ao Mundial, judoca Nathália espera realizar sonho na Áustria

A estudante de Educação Física de 19 anos está na categoria sub-21 peso médio até 70 kg

Por Gabriel de Matos | 08/05/2024 18:45
Nathália Camily Gomes tem 19 anos e está cursando Educação Física (Foto: Acervo Pessoal)
Nathália Camily Gomes tem 19 anos e está cursando Educação Física (Foto: Acervo Pessoal)

A história de Nathália Camily Gomes de Arruda, de 19 anos, com o judô começou há sete anos. Quando ela tinha apenas 12 anos, recebeu a oportunidade na escola quando um professor apareceu ofertando a modalidade. Ela foi a primeira a pedir o bilhete de autorização. Entregou para os pais e começou a lutar.

Inicialmente, ela conta que o esporte era visto como "coisa de menino" e parte da família não concordava. Nathália começou a trajetória no Colégio Status e foi em setembro de 2017 para a academia Judô Futuro. O responsável por dar a primeira oportunidade foi o sensei Alessandro Nascimento.

Ele me ensinou tudo o que sei, nos treinos e competições sempre me cobra mais, e é essa garra por vencer e superar que nós temos que me faz melhorar sempre no judô e chegar no nível em que estamos agora", destaca Nathália.

Nathália se preparando para entrar em combate (Foto: Acervo Pessoal)
Nathália se preparando para entrar em combate (Foto: Acervo Pessoal)

Hoje, a atleta representa a Associação Atlética Judô Futuro/Círculo Militar. Dentre os títulos, ostenta uma seletiva nacional de judô em 2023 e campeonato regional sub-21. Estudante de Educação Física na Unigran, o próximo passo é buscar uma vaga ao Mundial na Áustria.

"Nesses primeiros meses de 2024, eu consegui me destacar nos campeonatos, atualmente me encontro em 2º lugar no ranking nacional, porém, não consegui ser convocada com tudo pago", detalhou Nathália.

Ela complementa que nunca esteve na Áustria e seria um sonho realizado poder competir no país europeu. Com isso, ela faz uma campanha de arrecadação para conseguir ir até Graz. O valor estimado é de R$ 10 mil. Quem quiser doar, pode entrar pelo link.

Os pais de Nathália, o vendedor Bráulio Gomes de Arruda, de 46 anos; e Paula Cristiane da Silva, de 42 anos, apoiam muito a filha. A mãe disse que é uma experiência surreal ter a filha judoca.

Nathália após conseguir vitória em luta de judô e sua adversária no chão (Foto: Acervo Pessoal)
Nathália após conseguir vitória em luta de judô e sua adversária no chão (Foto: Acervo Pessoal)

"É surreal a sensação de vê-la superando obstáculos. Ela escolheu e ama ser atleta. Será a grande oportunidade de fazer o estágio internacional, e somará muito no currículo dela, é gratificante ver o esforço dela diariamente, ver conquistando vários títulos importantes", afirmou Paula.

O pai Bráulio confirmou que foi relutante no começo para colocar a filha no judô. Porém, a Nathália mostrou o talento em pouco tempo. "A princípio eu não queria colocá-la no judô, absorvendo o que muitos falavam, que era esporte para homens; colocamos ela aos 12 anos de idade. Logo após somente 3 meses de treinamento, ela se consagrou campeã em seu peso, confirmando assim seu dom e talento.".

Com muita expectativa para que tudo dê certo, os pais e Nathália disponibilizaram também telefone de contato. Quem quiser pode contatar pelo (67) 99237-7227 (Paula).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias