A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/03/2012 20:16

Em meio a provocações, atleta da Capital treina pelo título latino de boxe

Jeozadaque Garcia

Bruno Lucas Moreira, de 21 anos, treina ao mesmo tempo em que troca farpas com Raphael Zumbano pelas redes sociais

Em quatro lutas como profissional, Bruno venceu todas por nocaute. (Foto: João Garrigó)Em quatro lutas como profissional, Bruno venceu todas por nocaute. (Foto: João Garrigó)

O pugilista Bruno Lucas Moreira, de 21 anos, que conquistou no mês de janeiro o cinturão interino da ANB (Associação Nacional de Boxe), se prepara para enfrentar o paulista Raphael Zumbano, de 30 anos, campeão regular da associação e primo do consagrado Éder Jofre.

O combate deve acontecer em 60 dias, em São Paulo (SP). Caso vença Zumbano Love, como é conhecido o atleta, Bruno agrega também o título latino-americano pela WBF (World Boxing Federation).

“Estamos finalizando os trâmites para viabilizar o combate. Estamos sem apoio, levando no peito mesmo”, conta o treinador do atleta, Edésio Ribeiro.

A luta é esperado pelos amantes do boxe não por acaso. A tradicional provocação entre os atletas, geralmente antes dos duelos, se antecipou e já ganhou as redes sociais. Pelo Facebook, os lutadores não medem palavras e ofensas e já até trocaram apelidos.

Bruno, chamado de “Pangaré” pelo paulista, revidou e apelidou o adversário de “Frango Love”.

“Ele é quem vai sair cego e muito machucado. Melhor a ambulância estar com o caminho livre e com muito oxigênio, porque ele vai usar muito. Vai sair do ringue de maca”, garantiu Zumbano.

Sem patrocínio, Bruno treina em um barracão improvisado no bairro Pioneiros, em Campo Grande. (Foto: João Garrigó)Sem patrocínio, Bruno treina em um barracão improvisado no bairro Pioneiros, em Campo Grande. (Foto: João Garrigó)

“Vou adorar tirar sua marra e quebrar sua cara na sua cidade, no meio da sua torcida. Vou te bater muito”, publicou, em outra postagem.

Porém, antes da luta com Zumbano, que mede 1,96m e pesa 108 quilos, Bruno deve enfrentar George Arias, primeiro lugar no ranking brasileiro na categoria peso-pesado e número 48 do mundo. A luta vale o cinturão brasileiro do CNB (Conselho Nacional de Boxe).

O combate é tido como uma das mais difíceis da carreira do atleta - que em 23 combates, venceu 22. George detém o título há 13 anos e, em 25 defesas, venceu 25 por nocaute.

“Para essa luta precisamos da bolsa. Vamos lutar com atletas que têm patrocínio, lutam nos Estados Unidos. Nossa principal luta é contra as dificuldades”, afirma Edésio.

Hoje, Bruno treina quatro horas por dia em um barracão improvisado no Pioneiros, região sul de Campo Grande, e concilia a rotina com o trabalho. Sem dinheiro, o treinador pretende levar a luta com Arias também para a capital paulista.

Bruno pratica artes marciais desde os 6 anos, quando conheceu o karatê. De lá pra cá, passou pelo muay thai, luta olímpica e judô, até chegar ao boxe, onde conseguiu se destacar. Como profissional, Bruno venceu os quatro combates que disputou por nocaute.



A pior coisa q ele fez na vida, foi ter desafiado Arias, Irineu e eu, se juntar as 3 lutas, ele não fica 1 round de pé e olha q cada round tem apenas 3 minutos, ele é muito fraco, usa uma meia até o pescoço, parece q vai jogar futebol, ele é todo estranho, moilengão, desengonçado, até a mamãe dele, ta ajudando ele já, será q ele vai lutar ou pedir ajuda dele e da namorada!!! PANGARÉ!!!!!!!
 
Raphael Zumbano em 02/03/2012 12:32:37
Tenho tanta certeza q vou ganhar a luta dele,q ofereci doar 100 cestas básicas para alguma instituição de caridade aí de Campo Grande, q ele escolher, se conseguir fazer o MILAGRE de ganhar de mim, também propus o perdedor, doar toda sua bolsa para uma instituição de caridade, escolhida pelo vencedor, no caso, com toda certeza eu.

Vou machucar muito vc seu PAGARÉ, é bom ter médico por perto!!!
 
Raphael Zumbano em 02/03/2012 12:28:03
É isso aí acompanho a carreira profissional do Bruno "Brunão" desde o início, e acredito neste grande atleta e em seu treinador Edésio Ribeiro.
Edésio vem batalhando pelo esporte a anos, e como viram hoje essa é a situação de treinamentos de um atleta que pode vir a ser um grande campeão do mundo.
Peço aos empresários deste estado que olhe por este atleta e apoie ele em sua jornada.
 
Ubiratan Neves em 02/03/2012 07:39:26
Parabéns Bruno, temos certeza que continuará vencendo!!!
Autoridades o garoto merece um patrocinio e já provou isso conquistando titulos.
 
Sueli dos Anjos em 02/03/2012 07:12:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions