A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/06/2013 19:16

Em novo julgamento, Naviraiense é absolvido e segue na Copa do Brasil

Escalação de Bahia no 2º jogo e também de Paulo Sérgio foram julgados; Apesar da "vitória" clube foi multado em R$ 3 mil

Helton Verão
Torcida do Naviraiense lançou a campanha Rumo a Tóquio 2025 (Foto: Miguel Schincariol/Lance)Torcida do Naviraiense lançou a campanha "Rumo a Tóquio 2025" (Foto: Miguel Schincariol/Lance)

O Naviraiense enfrentou mais uma vez o Paysandu no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e venceu de novo. Após superar o Papão da Curuzu no campo, ser absolvido no primeiro julgamento, sobre uma possível escalação irregular do jogador Bahia na partida de ida, o Jacaré do Conesul ainda corria risco de ser eliminado da Copa do Brasil 2013 por conta do mesmo jogador na partida da volta. Também da escalação do atacante Paulo Sérgio. Corria, pois venceu novamente por quatro votos a um.

Os casos eram parecidos, o contrato acabou e os jogadores atuaram ou foram ao menos relacionados para as partidas contra o Paysandu.

A acusação do time paraense, Alberto Maia destacou que, no dia 15 de maio, o nome dos atletas não estava no BID e pede que a norma seja aplicada. "Caso contrário, podemos considerar que estamos no velório do BID", defendeu o diretor do Paysandu.

Os advogados do Naviraiense, João e Felipe Zanforlin usaram o código desportivo que rege as competições da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), o artigo 41, após vencido o contrato, o clube tem até 15 dias para fazer a renovação do mesmo, sem que haja prejuízo de perda de pontos ou demais punições.

No caso, houve divergências de interpretações do regulamento da competição com o código desportivo o RGC (Regulamento Geral das Competições), e o julgamento hoje mostrou que o STJD deveria levar como supremo o código da CBF e levou.

O relator Washington Oliveira considerou que a Constituição dá às entidades desportivas autonomia sobre suas competições e que a Lei Pelé não pode ir contra um regulamento geral, e os regulamentos subsequentes têm de se adequar ao RGC. Oliveira votou pela absolvição do Naviraiense, e foi os demais auditores também ficaram do seu lado.

Uma multa de R$ 3 mil foi aplicada ao Jacaré.

Com a “terceira” vitória contra o Paysandu, a segunda no tribunal, o Naviraiense segue na competição e pode seguir fazendo história na competição encarando agora o Atlético-PR. A equipe já havia eliminado a Portuguesa e o Papão da Curuzu.

Preparação - A equipe irá jogar alguns amistosos antes do confronto contra o Atlético, já que todas competições nacionais pausam com a Copa das Confederações.

Nesta quinta-feira (13) o Jacaré joga contra um selecionado de Porto Murtinho. O próximo a ser confirmado deve ser contra o Paraná Clube, equipe que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo pode acontecer na próxima semana na cidade de Marechal Rondon-PR onde o time curitibano deve fazer uma inter temporada.

Contra o Atlético-PR a única definição é que o primeiro jogo acontece em Naviraí e o segundo na capital paranaense. A possíveis datas para a partida no Virotão são os dias 3 ou 10 de julho enquanto a volta, em Curitiba, nos dias 17, 24 ou 31. O classificado desse confronto enfrenta o melhor entre Crac-GO e Santos.



Parabéns ao Naviraiense! Se dependesse do dedo duro da FFMS não chegaria a lugar nenhum.
 
Antonio Reis em 11/06/2013 09:53:17
Esse paysandu não tem vergonha na cara! Perdeu no campo e agora quer ganhar no tapetão. Respeitem o time sul-mato-grossense que foi muito superior nos dois jogos. Parabéns ao Naviraiense, esse sim é um timão.
 
Juracy Pereira em 10/06/2013 20:04:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions