A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Setembro de 2017

03/09/2017 11:21

Encontro de craques do passado chega aos 31 anos com ícones do Santos

Edu e Robert integraram a Seleção de Fernando Rezende contra a Seleção dos Amigos

Guilherme Henri e Leonardo Rocha
Foto oficial da Seleção do Rezende antes do começo da partida contra a Seleção dos Amigos (Foto: Leonardo Rocha)Foto oficial da Seleção do Rezende antes do começo da partida contra a Seleção dos Amigos (Foto: Leonardo Rocha)

Saudosismo aliado ao “fazer bem ao próximo”. Esta é a proposta de um dos eventos desportivos mais famosos de Campo Grande, que neste ano completa 31 anos. E para comemoração da data, o organizador Fernando Rezende surpreendeu mais uma vez e reuniu, em uma só partida os ex-craques do Santos, Edu, que jogou ao lado do ícone Pelé na década de 60/70 e Robert, campeão brasileiro em 2002.

A partida acontece na manhã deste domingo (3), na praça Elias Gadia, no bairro Taveirópolis, local que também foi palco para outros jogos com o mesmo objetivo: ajudar a quem precisa.

O principal confronto é entre Seleção do Rezende, formado pelos ex-craques do Peixe e grandes nomes do futebol de MS do passado e Seleção dos Amigos.

Segundo Robert, a população sempre quer ver de perto seus ídolos do passado e com isso acabam ajudando ao próximo. “É uma honra jogar ao lado de Edu, que foi um dos maiores jogadores da história do Santos. Ele foi um dos melhores pontas esquerdas no país”, elogia o companheiro.

Ex-craque do Santos e atual técnico do União ABC da Capital Robert (Foto: Leonardo Rocha)Ex-craque do Santos e atual técnico do União ABC da Capital Robert (Foto: Leonardo Rocha)

Para o craque, estes eventos também servem para a geração atual conhecer um pouco do futebol do passado. “É um resgate da nossa história”, completa o ex-jogador, que atualmente é técnico do time União ABC, de Campo Grande.

Questionado, o ex-jogador diz que Mato Grosso do Sul precisa ter um calendário de eventos para os times de futebol durante todo o ano e não somente alguns meses. “Aqui temos bons jogadores e jovens de talento”, destaca.

Opinião que foi compartilhada pelo ícone Edu, que parabenizou o organizador Fernando Rezende pela realização do evento. “É um resgate dos valores do passado. Eventos como este são ótimos para a população assistir e ver de perto jogadores que nunca tinham visto em campo”, comenta, o ídolo, que aproveitou para dizer que hoje o nível técnico do futebol brasileiro está bem abaixo do da sua época. “Temos poucos dribladores”, afirma.

Ídolo na década de 60, Edu no banco esperando para entrar em campo (Foto: Leonardo Rocha)Ídolo na década de 60, Edu no banco esperando para entrar em campo (Foto: Leonardo Rocha)

Também participante da partida e incentivador do evento, o prefeito Marquinhos Trad (PSD), diz que o evento além de, prestigiar atletas de renome nacional, como Raobert e Edu, também valoriza os “filhos da terra”, que são aqueles jogadores que trouxeram muitas felicidades para o Comercial e Operário, times do Estado. “A prefeitura está tendo este cuidado de apoiar eventos como este e realizar projetos, para resgatar as praças e parques da cidade, oferecendo cursos, oficinas e partidas para que a população volte a ocupar estes espaços”, diz.

Homenagem - O prefeito, diretor presidente da Funesp Rodrigo Terra, ex prefeito Nelsinho Trad, o secretário estadual de administração Carlos Alberto Assis e outras personalidades do meio esportivo foram homenageados com uma medalha, por serem grandes apoiadores do evento ao longo dos seus 31 anos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions