A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/12/2013 09:35

Encontro de Craques ocorre há 27 anos e organizador diz fazer tudo só "por amor"

Helton Verão
Encontros acontecem há 27 anos, já foram mais de 300. Alguns craques já participaram mais de 70 vezes. Rezende aparece de calça a direita na foto (Foto: Arquivo)Encontros acontecem há 27 anos, já foram mais de 300. Alguns craques já participaram mais de 70 vezes. Rezende aparece de calça a direita na foto (Foto: Arquivo)

Depois de 27 anos, é difícil encontrar sul-mato-grossense que gosta de futebol e nunca ouviu falar no Super Encontro de Craques do Rezende. Já são mais de 300 encontros, para ser mais exato, 308, pelas contas do organizador Fernando Rezende que garante: faz tudo pelo amor ao esporte. "Nunca embolsei um centavo pelos eventos".

Aos 56 anos, ele diz ser dono do "time", que já teve o maior número de estrelas do futebol do mundo, exagera. “Careca, Rivelino, Biro Biro, Edu, Paulo Isodoro, Luizinho, Amaral, Roberto Dinamite, Adílio, Zenon, Ademir da Guia, rapaz perco até a conta e esqueço nomes dos que já atuaram com a camisa do Rezende Futebol Clube”, comenta Fernando.

Quando questionado qual foi o encontro mais importante ou que representou mais, Rezende não pensa duas vezes. “Não tem o melhor ou inesquecível, todo foram importantes pra mim. É como se cada um representasse um primeiro filho”, avalia o organizador.

Com a profissão de assessor parlamentar, Fernando garante que nunca embolsou um centavo pelos encontros. E que os cachês dos jogadores são pagos através das parcerias. “Nunca ganhei dinheiro com isso. A prova disso que a entrada nunca foi cobrada. Faço pelo amor ao esporte”, responde.

Torcedor do Santos e agora ex-torcedor do Operário Futebol Clube, Rezende conta que sonha com o futebol de Mato Grosso do Sul volte as divisões maiores. “Não torço mais para o Operário. Quero o bem do futebol do Estado. Conforme o futebol foi decaindo mais foi aumentando minha vontade de realizar esses encontros”, revela Fernando.

Por encontro são ao menos 50 camisa confeccionadas e no final sempre requisitadas pelo público. “Nunca sobre, as pessoas sempre querem a camisa do ídolo. Calculo que já foram mais de 15 mil camisas em todos esses anos de encontro”, calcula.

No campo, o Rezende Futebol Clube, o organizador que “não é nada bobo”, coloca sempre os craques no seu time. “Eles jogam no meu time, lógico, vou dar munição ao adversário? Sou presidente, técnico e atacante, sou um estilo Felipão”, compara Fernando, que jura que sempre que não está bem promove sua própria substituição.

“Os que mais participaram dos eventos foram o Edu e o Biro Biro, o primeiro umas 70 vezes, o segundo umas 50. Eles adoram vir para cá, o evento passa credibilidade e sou muito feliz. Nunca tivemos nenhuma confusão”, festeja.

O próximo Super Encontro de Craques acontece no dia 22, no campo do bairro Tiradentes, em frente ao Asilo São João Bosco. Estão confirmadas as presenças de Rondinelli, ídolo do Flamengo; Ailton Lira, ex-Santos e São Paulo e ele, Edu, ex-Santos, alias tricampeão Mundial pelo clube.

A partida preliminar acontece às 8 horas, entre os veteranos do Tiradentes. A partir das 9 horas começa o jogo principal, entre o Rezende Futebol Clube e o time da Águas Guariroba.

A entrada como sempre é franca. Mais informações sobre a história dos encontros e sobre os próximos acesse o Blog do Rezende: http://rezendeencontrodecraques.blogspot.com.br/



Oi meu amigo Rezende.. teve sim.. um "teretete" e o mesmo aconteceu em uma partida em que voce trouxe o atacante Nunes, ex-flamengo.. ele e o zagueiro Celso, ex-Operário, ambos acabaram se desentendendo. Lembra-se? Ai o jogo teve que ser encerrado......
 
Gilson Giordano em 15/12/2013 11:57:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions