A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

13/05/2009 14:03

Ex-craques do Flamengo jogam em Campo Grande no domingo

Redação

Neste domingo (17/05), os fãs do Flamengo vão ter a rara oportunidade de ver um dos maiores ídolos do clube, o ex-meia Adílio.

Ele vai participar da 266ª edição do Super Encontro de Craques. Outro ícone do clube também vai estar presente é o ex-zagueiro Rondinelli, que ganhou o apelido de "O Deus da Raça".

O jogo entre Rezende e Seleção de Masters da Fundesporte será realizado na Praça Esportiva Elias Gadia, no bairro Taveirópolis, e é promovido pelo Governo do Estado e pela prefeitura de Campo Grande. O jogo acontecerá às 9h e a entrada será gratuita. Adílio e Rondinelli jogaram pelo time do Rezende.

Quem são - Adílio, que pela primeira vez vai jogar em Campo Grande, chegou ao clube com seis anos de idade, e ficou até os 30, sendo titular do time profissional, de 1977 a 1986.

Ele foi um dos responsáveis pela maioria dos títulos mais importantes do Flamengo, entre eles, três Brasileiros (1980, 1982 e 1983), e a Taça Libertadores e o Mundial, em 1981. Ele também jogou pela Seleção Brasileira, porém nunca foi para uma Copa do Mundo.

"Há uma coisa muito importante: foram 24 anos de Flamengo e, só como profissional, conquistei 24 títulos", comenta Adílio em uma entrevista concedida ao site do clube.

Após de deixa o Flamengo, em 1987, o craque passou pelo Coritiba, Barcelona (Equador), América de Três Rios (RJ), Itumbiara (GO), Alianza Lima (Peru), Friburguense (RJ) e Barreira (RJ).

"Depois de Zico, Adílio é o grande ídolo do Flamengo", comenta Fernando Rezende, promotor do Super Encontro de Craques.

O zagueiro Rondinelli chegou ao Flamengo em 1974 e, após dois anos disputando posição, firmou-se como titular. Mas, o que o imortalizou na memória da torcida flamenguista foi um gol que fez na decisão do Campeonato Carioca em um jogo contra o Vasco.

Aos 41 minutos do segundo tempo, o jogo estava em zero a zero, era 4 de dezembro de 1978, Zico levantou a bola na área, Rondinelli penetrou, subiu mais que os zagueiros vascaínos, cabeceou e marcou.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions