ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  12    CAMPO GRANDE 29º

Esportes

Federação procura bombeiros e UFMS para liberar Morenão

Por Redação | 18/01/2008 08:33

O presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul, Francisco Cesário, começou o dia já no Comando do Corpo de Bombeiros, em Campo Grande. A visita foi para pressionar pela elaboração rápida de um laudo que permita a liberação do estádio Morenão, interditado ontem (17).

A história se repete em Campo Grande, após o fechamento de vários estádios sul-mato-grossenses. Também estão interditados o Douradão, em Dourados; o Arthur Marinho, de Corumbá; o estádio de Rio Verde e o de Ladário.

Com o fechamento, determinado pelo reitor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Manoel Catarino Paes Peró, está indefinido o local para o jogo entre Operário e Rio Verde, válida pela segunda rodada do Campeonato Estadual, e o jogo entre Cene e Palmeiras, pela Copa do Brasil, que também deveria ser realizado no Morenão.

O presidente quer encontrar uma alternativa para viabilizar a segunda rodada e, principalmente, não comprometer a realização da Copa do Brasil em estádios de Mato Grosso do Sul. Hoje ele ainda deve procurar o reitor da UFMS para tentar um acordo para liberação do Morenão.