A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/07/2015 15:32

Futebol de várzea no bom sentido da palavra é atração nos bairros da Capital

Paulo Nonato de Souza
O Campeonato Terrinha, no bairro Santo Amaro, está na 17ª edição (Foto: Divulgação)O Campeonato Terrinha, no bairro Santo Amaro, está na 17ª edição (Foto: Divulgação)

Várzea no dicionário significa uma grande extensão de terra plana. Na gíria do futebol, indica algo de baixo nível, desorganizado e amador, tão em moda para avaliar os jogos nos campeonatos no Brasil e o rendimento da Seleção Brasileira na Copa de 2014 e na última Copa América do Chile, mas não vale como termo pejorativo para os campeonatos que aos poucos estão voltando a acontecer nos campos de terra, os chamados terrões, em diversos bairros de Campo Grande.

“Pelo contrário. A várzea é o resgate do sonho do verdadeiro futebol brasileiro, forte, competitivo e respeitado. É a origem do nosso futebol, dos tempos que o Brasil tinha craques. Hoje só tem mercenários”, avalia Julio Sérgio Marques, coordenador técnico do Campeonato Terrinha, no bairro Santo Amaro.

Se o futebol profissional no Estado está em plena decadência e com média de renda de 200 torcedores no Campeonato Estadual Série A, nos bairros de Campo Grande os campeonatos amadores atraem cada vez mais a atenção, tanto que este ano a TV Record lançou um campeonato envolvendo 32 bairros e aos domingos sorteia um dos jogos para transmissão ao vivo.

No Santo Amaro, o Campeonato Terrinha já existe há 17 anos. A edição em andamento reúne 28 times divididos em duas chaves de 14 cada, saindo quatro de cada chave para a segunda fase. “Mas não tem só o nosso campeonato em Campo Grande. Nos finais de semana a bola rola para valer nos campos de terra do Jardim Talismã, Campo Nobre, São Conrado, Moreninhas, Alves Pereira, Cohab e Industrial, e sempre tem alguém se destacando”, disse Júlio Sérgio.

Segundo ele, pelo Campeonato Terrinha já passaram vários jogadores que disputaram o último Campeonato Estadual por equipes profissionais de Mato Grosso do Sul e de outros estados. “O atacante Michel, do Chapadão, e o zagueiro Jaime, do Ivinhema, o Serginho, do Novoperário, são alguns exemplos, e daqui saiu também o zagueiro Rodrigo, que foi para o XV de Piracicaba, e o Adriano Ardaia, que foi para o Fortaleza e agora está no Mirassol, no interior paulista”, revelou.

Veja a rodada do Campeonato Terrinha neste final de semana:

Amanhã:

14h45 - TUSA/Drogaria Nova Morena x Astro
15h - Estilo x Ajax
16h20 - Art Acrílicos x Atlético Popular

Domingo:

8h45 - BEC x Classe RH
10h10 - Unidos Sayonara x Rio Branco
11h20 - Portuguesa x Nautico/Art Acrílicos

 

Copa de futebol amador do Guanandizão tem três jogos neste domingo
Com mais três jogos, a Copa Guanandizão de Futebol Master e Super Master Prossegue neste domingo especial de Dia das Mães. Todos os confrontos no cam...
Abertura da Copa Interbairros de futebol amador será no Estrela do Sul
A abertura da Copa MSRecord Interbairros de Futebol Amador no próximo domingo, dia 26, será no estádio do Conjunto Habitacional Estrela do Sul, com o...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions