A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/06/2013 13:33

Jovens buscam no esporte vencer a luta contra as drogas

Paula Maciulevicius e Luciana Brazil
Em comemoração a XV Semana Antidrogas, alunos participam de futebol de campo. (Foto: Assessoria CRF/MS). Em comemoração a XV Semana Antidrogas, alunos participam de futebol de campo. (Foto: Assessoria CRF/MS).

Trocar a droga pela bola. Neste sábado, alunos do projeto “Bom de bola, bom na escola” da Polícia Militar participaram da XV Semana Nacional Antidrogas, com partidas de futebol de campo realizadas pelo CRF/MS (Conselho Regional de Farmácia). A ideia era trazer a discussão do tema para o campo. Participaram cerca de 150 crianças e adolescentes.

Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar, divulgada nesta semana pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em Campo Grande, 11,3% dos alunos do 9º ano do Ensino Fundamental já usaram algum tipo de droga ilícita, situação que para o promotor da Vara de Infância e Juventude, Sérgio Harfouche, não é surpresa.

“Campo Grande já tem sido apresentada como uma das capitais de consumo de álcool, que hoje a porta de entrada para as drogas. O projeto mostra que a nossa juventude é viável e tem muito potencial. A gente tende a achar que a periferia favorece esse tipo de desvio, mas não é verdade. Onde temos Estado e boas iniciativas como esporte e cultura, isso preserva a vida dessas crianças”, ressaltou.

 

Matheus Rezende, 15 anos, mostra que não é preciso usar drogas para curtir a vida. (Foto: Assessoria CRF/MS)Matheus Rezende, 15 anos, mostra que não é preciso usar drogas para curtir a vida. (Foto: Assessoria CRF/MS)

Com o rosto do cantor Bob Marley, o aluno Matheus Rezende Fagundes, 15 anos, já passava o recado. “Não preciso fumar para ser feliz”, era o que dizia o cartaz. Participante do projeto há três anos e morador da Vila Nasser, o adolescente teve diante de si o convite para as drogas e conseguiu dizer não.

“Já me ofereceram muitas vezes, eu era skatista e eles achavam que se eu fumasse eu ia andar melhor. Eu respondo que não preciso disso, curto minha vida do jeito que eu sou”, contou. Sobre os dizeres e o porquê da figura de Bob Marley, Matheus explica “ele é um cara que foi procurar paz fumando. A gente não precisa disso para ser feliz, a gente não precisa fumar. Só curtir a vida, sem precisar fazer isso que ele fez”.

O coordenador esportivo do projeto e educador físico, José Diogo Tavares, procura trabalhar outros valores através do futebol. Ele explica que mesmo dentro da parte esportiva, mudou a proposta. “Tentamos trabalhar o caráter para que eles entendam e saibam diferenciar o jogo. São todos companheiros, tiramos o foco da disputa. Trabalhamos com interdisciplinaridade, parte militar, normas e regras.”

Capital têm 11,3% de alunos do 9º ano que já usaram algum tipo de droga ilícita. Dados que preocupam autoridades. (Foto: Assessoria CRF/MS)  Capital têm 11,3% de alunos do 9º ano que já usaram algum tipo de droga ilícita. Dados que preocupam autoridades. (Foto: Assessoria CRF/MS)

O presidente do CRF/MS, Ronaldo Abrão, chama atenção para o fato de que cada vez mais adolescentes e jovens têm usado medicamentos sem prescrição médica e que causam dependência. “Além dos tarja preta e entorpecentes, a anfetamina que já foi proibida a venda, mas que ainda se consegue comprar é usada como estimulante para varar a noite nas baladas e também para o próprio trabalho”, alerta.

O coordenador do projeto, major Pereira explica que o trabalho é na prevenção, de tentar orientar crianças e adolescentes sobre drogas e violência. “Bom de bola, bom na escola” já está no terceiro ano e com 450 alunos participantes. Além de Campo Grande, as atividade são realizadas em Aquidauana, Jaraguai, Iguatemi e Pedro Gomes.

Para participar, crianças e adolescentes têm de ter entre 10 e 17 anos e estarem matriculados em escolas públicas ou privadas e o contato deve ser feito em qualquer base comunitária da Polícia Militar.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions