ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 30º

Esportes

Judoca de MS vai representar o Brasil no maior evento esportivo escolar do mundo

Larissa Barros, 16 anos, que nasceu com má formação congênita nos dois olhos, disputará na categoria até 57kg

Por Jhefferson Gamarra | 09/05/2022 16:08
Larissa Barros, atelta do Ismac (Instituto Sul-Mato-Grossense para Cegos Florivaldo Vargas) (Foto: Divulgação)
Larissa Barros, atelta do Ismac (Instituto Sul-Mato-Grossense para Cegos Florivaldo Vargas) (Foto: Divulgação)

O CPD (Comitê Paralímpico Brasileiro) e a CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar) divulgaram a convocação dos alunos-atletas paralímpicos que participarão do Gymnasiade 2022, evento mundial para atletas em idade escolar, que será realizado entre os dias 14 e 22 de maio, na Normandia, na França.

Pela primeira vez na história, o evento voltado a atletas entre 16 e 18 anos abriu sua grade a modalidades paraolímpica e na entre os convocados está a judoca de sul-mato-grossense Larissa Barros de Oliveira, 16 anos, que nasceu com má formação congênita nos dois olhos e pratica a modalidade desde os quatro.

A delegação do Brasil conta com 27 competidores, Larissa é a única representante de Mato Grosso do Sul no evento. "Quando soube dessa convocação, não acreditei. Fiquei muito feliz!", conta a judoca do Ismac (Instituto Sul-Mato-Grossense para Cegos Florivaldo Vargas),

Larissa disputará na categoria até 57 kg e já participou de três Paralimpíadas Escolares, maior evento mundial para crianças com deficiência em idade escolar e promovido pelo CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro).

O Gymnasiade é realizado a cada dois anos sendo considerado o maior evento esportivo escolar do mundo. Este ano serão realizadas as provas convencionais e paralímpicas de forma simultânea. As modalidades a serem disputadas no convencional são: tiro com arco, atletismo, badminton, basquete 3x3, vôlei de praia, boxe, dança, esgrima, ginástica artística, ginástica rítmica, judô, orientação, rugby, natação, tênis de mesa, taekwondo e luta olímpica. Já no paralímpico serão: atletismo, natação e judô.

Nos siga no Google Notícias