A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

24/01/2008 18:20

Laudo apontou diversos problemas estruturais no Morenão

Redação

Trincas, fissuras, infiltrações e carbonatação do concreto foram os principais problemas constatados pela equipe técnica que realizou a vistoria no estádio Morenão, a pedido da reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. O laudo técnico preliminar sobre as condições do estádio, divulgado na manhã desta quinta-feira (24 de janeiro) recomenda a realização de testes específicos para avaliar se os danos se estendem à estrutura de concreto armado. Nesta manhã, o reitor Manoel Catarino Paes Peró permitiu que as arquibancadas descobertas fossem liberadas para uso, desde que o público não ultrapasse as dez mil pessoas.

O laudo foi elaborado com base em duas inspeções visuais, realizadas no dia 15 de dezembro pelos professores José Francisco de Lima e Odilar Costa Rondon e o engenheiro Fernando Massamori, e em 22 de janeiro, pelos engenheiros Eduardo Vargas Aleixo, Massamori e Odilar Rondon. No laudo, eles lembram que o estádio foi inaugurado em 1971, passando desde então reparos que incluíram a injeção de epóxi em trincas, recobrimento de ferragens com argamassa e regularização dos pisos.

O setor menos problemático do estádio é o da arquibancada descoberta

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions